Assine SUPER por R$2,00/semana
Imagem Blog

Bruno Garattoni

Por Bruno Garattoni
Vencedor de 15 prêmios de Jornalismo. Editor da Super.
Continua após publicidade

Upscaling com IA pode ser a principal arma do PlayStation 5 Pro

Novo console, que supostamente será lançado no final deste ano, poderá ter chip gráfico de 33 teraflops - e um algoritmo similar ao DLSS, da Nvidia

Por Bruno Garattoni Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 18 mar 2024, 16h03 - Publicado em 18 mar 2024, 16h00

Novo console, que supostamente será lançado no final deste ano, poderá ter chip gráfico de 33 teraflops – e um algoritmo similar ao DLSS, da Nvidia

Ao longo do final de semana, duas fontes publicaram supostos detalhes técnicos do PlayStation 5 Pro – o novo console da Sony, que seria lançado no quarto trimestre deste ano. O primeiro a revelar as informações foi o canal Moore’s Law is Dead, de bom retrospecto; depois os números, que supostamente constam de um documento técnico vazado, foram reafirmados pelo site Insider Gaming

O PS5 Pro teria uma GPU capaz de executar 33,5 teraflops (trilhões de operações matemáticas por segundo), um pouco mais que o triplo do PS5 atual (10,28 teraflops). Também segundo o documento, o suposto novo console teria 3 a 4 vezes mais performance em ray tracing (cálculo de iluminação das cenas utilizando física real), e sua memória RAM trabalharia a 576 gigabytes por segundo – 28% mais que a do PS5.

A CPU também receberia uma melhoria: o “high CPU frequency mode”, no qual ela poderia trabalhar a 3,8 GHz, 10% acima do normal – isso, porém, exigiria que a GPU tivesse sua velocidade reduzida em 1,5% (isso acontece porque, assim como o Xbox Series X/S, o PlayStation 5 utiliza uma APU, chip que reúne as funções de CPU e GPU).  

Continua após a publicidade

Mas a principal novidade não é estritamente de hardware. Trata-se da tecnologia PlayStation Spectral Super Resolution (PSSR), com a qual o console irá usar inteligência artificial para fazer um upscaling de alta precisão – isso permite que os games sejam renderizados numa resolução mais baixa (aumentando a taxa de quadros por segundo exibida na tela) sem comprometer sua qualidade visual. 

Esse é o ponto mais importante, porque hoje o PS5 não tem à sua disposição um bom algoritmo de upscaling via IA. O que ele tem (e o Xbox Series também) é a tecnologia FidelityFX Super Resolution, da AMD, que não é lá essas coisas: ela tem efeitos colaterais visíveis, como um típico efeito de “esfarelamento” nos detalhes da imagem. 

Continua após a publicidade

Com o PSSR, o PlayStation 5 Pro passaria a contar com um algoritmo de alta qualidade – similar ao DLSS (Deep Learning Super Sampling), da Nvidia, que utiliza inteligência artificial para analisar a imagem dos games e fazer o upscaling (o algoritmo da AMD não tem IA). 

Esse novo recurso, combinado ao aumento na potência gráfica da GPU, abriria caminho para um salto gráfico e de desempenho consideráveis – como o DLSS tem feito nos PCs nos últimos anos. 

Segundo o Insider Gaming, os estúdios de games da Sony já estão trabalhando com uma versão de desenvolvimento do PS5 Pro – o que, se for verdade, significa que os principais games do PS5 ganharão atualizações para o novo console assim que ele for lançado. 

Continua após a publicidade
Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.