Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês
Oráculo Por aquele cara de Delfos Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.

Aquela baforada na tela do celular ajuda a limpar alguma coisa?

Ela tira poerinhas, se isso lhe agrada. Mas a gordura, não: essa só sai com álcool, ou um paninho ensaboado. Bem como os vírus.

Por Maria Clara Rossini Atualizado em 5 jun 2020, 16h48 - Publicado em 26 Maio 2020, 20h44

Depende do que você entende por “limpar”. Se for eliminar germes do aparelho, a resposta é não. Mas ela de fato pode ajudar a tirar impurezas superficiais da tela.

A baforada nada mais é do que vapor d’água que condensa na tela do seu celular. Ele sai da sua boca na temperatura corporal e encontra uma superfície mais fria, fazendo com que o gás passe para o estado líquido. O mesmo acontece com um copo gelado de refrigerante – a H2O gasosa presente no ar atmosférico encontra uma superfície mais fria e se transforma nas gotinhas que você vê no vidro.

O que essa água faz é ajudar o pano (ou a sua mão) a deslizar pela superfície. É o pano que varre a poeira que fica lá. Isso dá a impressão de que o celular está limpo, mas existem formas bem melhores de deixar a tela brilhando e ainda eliminar germes.

A superfície do celular acumula gordura que vem dos dedos das mãos. Para se livrar dela, só o sabão ou álcool resolvem. Isso porque a molécula de sabão tem uma parte hidrofóbica, capaz de se ligar à gordura, e outra hidrofílica, que se liga à água. Os dois juntos varrem a sujeira. Quem usa óculos sabe: limpar a lente com a camisa até ajuda, mas nada se compara a uma boa lavada com água e sabão.

Os germes (inclusive vírus) possuem uma camada lipídica na superfície, então eles acabam se comportando igual às moléculas de gordura. 

Mas não vá mergulhar o celular debaixo d’água. Um paninho ensaboado e umedecido já faz o serviço – sempre com o celular desligado, e tomando cuidado para não entrar nada nos orifícios. Outra recomendação é limpar a tela usando álcool isopropílico 70% com a ajuda de um pano macio. Além de tirar as marcas de dedo, você varre também os micróbios.

Fonte: Romualdo Gama, professor de Química do Centro Universitário UniFEG. 

Pergunta de @grmalves, via Instagram

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)