Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Oráculo

Por aquele cara de Delfos Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.
Continua após publicidade

Qual a diferença entre o calendário maia e o asteca?

Qual a diferença entre o calendário maia e o asteca? Porque vi na internet que aquele calendário que todo mundo mostra como maia na verdade é o asteca. Carlos, Juiz de Fora, MG Pedra do Sol Asteca. Além de espalhar bobagem, essa gente confunde os povos. É o fim do mundo! É isso aí, psit. […]

Por Oráculo
Atualizado em 21 dez 2016, 09h07 - Publicado em 13 dez 2012, 16h20

Qual a diferença entre o calendário maia e o asteca? Porque vi na internet que aquele calendário que todo mundo mostra como maia na verdade é o asteca.
Carlos, Juiz de Fora, MG

Pedra do Sol Asteca. Além de espalhar bobagem, essa gente confunde os povos. É o fim do mundo!

É isso aí, psit. (não) acaba o mundo e ainda isso! O calendário que normalmente tem sido divulgado em blogs, sites e redes sociais não é o calendário maia e, sim, a Pedra do Sol Asteca, uma representação muito conhecida e que, na verdade, nem pode ser chamada de calendário.

Continua após a publicidade

“As pessoas usam as questões relacionadas ao calendário maia, mas nas ilustrações colocam a Pedra do Sol Asteca, que nem calendário é”, conta Leila Maria França, doutora em arqueologia do Centro de Estudos Mesoamericanos e Andinos da USP. Leila explica que apesar dos dois povos mesoamericanos possuírem sistemas de calendários parecidos, os maias utilizavam um calendário a mais, que, até onde se sabe, era desconhecido pelos astecas.

Esse calendário é chamado de Conta Longa e tem o objetivo de contar a história dos reis maias. Possui um ciclo de 5 114 anos e ficou conhecido recentemente por ser usado como base para boatos sobre o fim do mundo, marcado para o dia 21 de dezembro de 2012. Para a arqueóloga, no entanto, a previsão não faz sentido, pois o final do calendário de Conta Longa prevê apenas o fim de um ciclo, como no caso de um ano solar.

“Os Maias jamais deixaram registros que nos fizessem crer que eles acreditavam no fim no mundo. Em todos os seus calendários, eles acreditavam que após o fim de um ciclo, outro se iniciaria”, diz Leila.

Continua após a publicidade

É possível diferenciar os calendários maia e asteca pelas simbologias específicas de representação de cada povo, explica a arqueóloga.“Se você olhar um calendário maia, vai ver que os glifos são todos arredondados e sistematizados. Os maias também usavam pontos e barras para se referir aos números do calendário e alguns símbolos”. Um modo de representar bem diferente daquele visto na imagem da Pedra do Sol Asteca, por exemplo.

O calendário certo. Duvido que esse alguém compartilhou. Nem mesmo a SUPER. Rá!

Continua após a publicidade

(crédito das imagens: ~rede mundial de computadores~)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.