Assine SUPER por R$2,00/semana
Imagem Blog

Oráculo

Por aquele cara de Delfos
Ser supremo detentor de toda a sabedoria. Envie sua pergunta pelo inbox do Instagram ou para o e-mail maria.costa@abril.com.br.
Continua após publicidade

Qual é a temperatura mais alta que dá para alcançar?

Essa é uma questão capiciosa, da qual os físicos não costumam se ocupar. Mas há uma resposta possível.

Por Bruno Vaiano Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 27 set 2020, 20h32 - Publicado em 23 jan 2020, 16h20

Uma resposta pode ser 141.678.500.000.000.000.000.000.000.000.000 graus Celsius (há 32 casas neste número). É a chamada temperatura de Planck.

Para entender por que ela é um limite, é preciso se lembrar do que é temperatura: o grau de agitação das partículas que formam uma coisa. Conforme as partículas absorvem energia térmica, elas ficam mais ouriçadas e a temperatura aumenta. Aí entra em campo a clássica equação de Einstein: E = mc2. Isto é: energia é igual à massa vezes a velocidade da luz ao quadrado.

Massa e energia são faces da mesma moeda. Ou seja, uma partícula com muita energia começa a ficar muito gordinha. Tão gordinha que a gravidade – que normalmente só importa quando falamos de coisas imensas como planetas ou estrelas – entra em cena e atrai as partículas entre si.

Continua após a publicidade

Só há um problema: a teoria quântica, que descreve o comportamento das partículas, é incompatível com o trabalho de Einstein, usado para descrever a gravidade. Uma teoria que unifique as duas coisas é o Santo Graal dos físicos. Enquanto ela não existe, não há equações capazes de explicar o que aconteceria se algo ultrapassasse o limite de Planck. 

Pergunta de Liam Jorge, Cascavel, PR

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.