Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Imagem Blog

Turma do Fundão

Por Blog Materia seguir SEGUIR Seguindo Materia SEGUINDO
Grupo de leitores-colaboradores da ME que ajuda a revista sugerindo pautas e alimentando este blog cultural
Continua após publicidade

Dica TdF – A Crônica do Matador do Rei: O Nome do Vento

Por turma-do-fundao
Atualizado em 4 jul 2018, 20h33 - Publicado em 10 set 2014, 13h16

Daniel

Divulgação

Divulgação

Fãs de carteirinha de ficção fantástica não podem deixar de ler O Nome do Vento (Ed. Arqueiro, R$ 49,90, 656 pgs.). Protagonizado por um garoto órfão, um vilão maligno e um mundo mágico, o livro tinha tudo pra ser apenas mais um clichê do gênero, mas acabou por se tornar um novo clássico da fantasia épica. Ele é o primeiro tomo da trilogia A Crônica do Matador do Rei – o segundo livro, O Temor do Sábio, também já está disponível no Brasil.

A história é focada no ruivíssimo Kvothe, um jovem membro de um grupo de bardos viajantes que possui um notável talento para as ciências e tem a pretensão de um dia ser aceito pela Universidade – a maior instituição de ensino de seu mundo. A trama tem início quando o Chandriano – um mítico grupo maligno – mata toda a trupe, deixando apenas Kvothe vivo.

O mundo criado pelo autor Patrick Rothfuss é ricamente detalhado e torna ainda mais interessantes as aventuras de Kvothe: sua vida nas ruas, a universidade de Magia, sua busca pela antiga arte de nomear as coisas e, é claro, a caçada pelos lendários assassinos – cuja existência é cercada de mistério.

Continua após a publicidade

A obra consegue fazer tudo de forma extremamente inovadora. Com explicações racionais de como a magia funciona, o autor nos leva a crer que as simpatias (são como as artes mágicas são chamadas) são leis que realmente existem. A riqueza de todas as simpatias presentes no livro vai cativar os fãs da saga Harry Potter.

Se você está acostumado com enredos de muitos personagens, poderá estranhar um pouco o estilo de A Crônica do Matador do Rei. Diferentemente de As Crônicas de Gelo e Fogo, a história aqui é contada pelo próprio Kvothe, agora mais velho, e é toda centrada nele. O livro, entretanto, passa longe de ser monótono. A falta de histórias paralelas é suprida com uma trama central rica e envolvente que usa tudo o que a ficção fantástica tem de melhor.

Patrick Rothfuss conseguiu construir, com ideias aparentemente comuns, um livro totalmente novo, que é uma das poucas obras verdadeiramente criativas entre os livros de fantasia. O protagonista excêntrico, assim como a difícil busca pelos nomes das coisas, faz de O Nome do Vento um livro – em todos os sentidos – épico.

nota5

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.