Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Álcool te ajuda a falar melhor outras línguas

The beer is on the table

Por Felipe Germano Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
20 out 2017, 18h25

Se você estava procurando, desesperadamente, um motivo a mais para beber no happy hour da firma, pode agradecer à ciência. Um novo estudo realizado pelas universidades de Maastricht (Holanda), Liverpool, Cambridge (Inglaterra) e Friburgo (Alemanha) está garantindo que tomar uma cervejinha vai te ajudar a falar melhor outras línguas. Até o tal do “happy hour” vai ser mais fácil de pronunciar.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores foram a campo: selecionaram 50 alemães que falavam holandês e os colocaram pra beber. Todos os participantes possuíam o mesmo certificado de proficiência na língua holandesa, mas nem todos beberam a mesma coisa. Sorteados em dois grupos, metade deles recebeu um drink com 37,5% de álcool (mais ou menos o que tem em uma bebida com vodca), enquanto a outra metade bebericou um cocktail aparentemente idêntico, mas com água no lugar do álcool.

Depois de terminar a bebida, o participante era colocado para conversar com um holandês. O papo durava dois minutos. Pouco tempo, mas o suficiente para que o nativo avaliasse quão bem o participante beberrão tinha falado sua língua mãe.

Os resultados foram claros: quem bebeu álcool conseguiu notas quase 10% maiores. “Nosso estudo mostra que o consumo de álcool pode ser benéfico para a pronunciação de uma língua estrangeira que você aprendeu recentemente”, afirma Inge Kersbergen, psicóloga da Universidade de Liverpool e uma das autoras do estudo, ao Business Insider.

Os pesquisadores acreditam que o consumo alcoólico ajuda a diminuir um problema entre bilíngues, a chamada “ansiedade de língua”. Sabe aquele friozinho na barriga, aquela insegurança que dá quando você vai falar um novo idioma? Pois bem, esse é o termo que linguistas usam para demonizar essa sensação. O álcool te deixa levemente mais relaxado, a ansiedade diminui e, consequentemente a sua pronúncia melhora.

Mas calma, não adianta se empolgar e tentar ir para aquela conferência de trabalho depois de ter matado uma garrafa sozinho. O segredo está na pequena quantidade de álcool ingerido. Para esse teste, os participantes beberam apenas 250ml. Mais do que isso pode ter efeito contrário: prejudicar sua pronúncia e, claro, te embebedar.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.