Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Atletas olímpicos estão sentindo falta de “Pokémon Go” no Brasil

Com os jogos se aproximando, esportistas estão chegando ao Rio - e sentindo falta do Pikachu.

Por Felipe Germano Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 19h05 - Publicado em 2 ago 2016, 19h45

Pokémon Go não chegou ao Brasil ainda. Já foram alguns alarmes falsos, e, enquanto a América do Norte, a Europa e parte da Ásia já estão formando verdadeiros mestres, os sul-americanos continuam pokéabandonados. Mas não são só os brasileiros que estão irritados com a falta dos monstrinhos nas terras tupiniquins. Com a olimpíada do Rio se aproximando, atletas do mundo inteiro estão chegando por aqui. E eles estão com saudades do Pikachu.

LEIA: 10 histórias bizarras que aconteceram em vilas olímpicas

O canoísta francês Matthieu Péché é um exemplo. O game foi lançado no seu país natal em 24 de julho. Exatamente um dia antes de ele embarcar. Deu tempo de baixar o app por lá. E só. Quando chegou aqui, ele teve exatamente o mesmo resultado das pessoas que fizeram download pelas Play Store e AppStore de outros países, ou simplesmente pegaram o arquivo da internet: O mapa abre, mas nenhum bichinho aparece.

Peché não é o único. Também da canoagem, o britânico Joe Clark usou o Twitter para reclamar que o game ainda não chegou por aqui. A nadadora americana Abby Johnson fez exatamente a mesma coisa. “Eu gostaria de correr pela Vila Olímpica capturando pokémons”, afirmou a jogadora neozelandeza de futebol Anna Green, ao jornal inglês The Guardian. “Não está rolando no meu celular. Tudo bem, mas seria algo divertido a se fazer”, completou, dizendo que vai aproveitar o tempo livre para, bem, treinar.

Continua após a publicidade

A falta do jogo está deixando o pessoal realmente impaciente. O grupo de hackers OurMine invadiu o Twitter de John Hanke, presidente Niantic – empresa que criou o game -, reivindicando a chegada de Pokémon Go no Brasil. A página oficial do jogo divulgou, no Facebook, um comunicado afirmando que sabe das demandas – e da falta de comunicação da Niantic -, mas clamando que o processo para fazer o aplicativo chegar a mais países está em andamento.

Ainda não há previsões para o jogo ser lançado oficialmente no país; de qualquer forma, não dá para falar que os atletas ficarão sem nada para fazer durante seu tempo livre. 

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.