GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Carros a álcool poluem menos que os a gasolina

Dos 14 automóveis mais poluidores à venda no Brasil, 8 são a álcool. A culpa é do motor flex

Reportagem Tiago Cordeiro

Um relatório divulgado no último mês de setembro pelo Ministério do Meio Ambiente deixou todo mundo confuso. Segundo o documento, 8 dos 14 carros mais poluentes à venda no Brasil são movidos à álcool. Como assim? O etanol brasileiro não ia salvar o mundo? Ele não era considerado um combustível limpo, bem menos agressivo?

Sim, o etanol é mais limpo que a gasolina. Afinal, trata-se de um combustível renovável – suas emissões de CO2 (gás carbônico, que provoca o efeito estufa) são neutralizadas pela cana-de-açúcar plantada. O problema, em parte, está no motor flex que equipa a maioria dos carros novos. Ele sai da fábrica melhor regulado para a queima da gasolina, já que o mercado internacional não utiliza etanol. Resultado: com tanque cheio de álcool e combustão menos eficiente, um carro bicombustível acaba lançando no ar mais monóxido de carbono, hidrocarbonetos e óxidos de hidrogênio.

Ainda que o etanol seja uma fonte de energia renovável, ele não parece ser garantia de um futuro livre de problemas ambientais e ameaças à saúde. Pelo menos é o que sugere um estudo feito por pesquisadores americanos em 2007. Usando um complexo modelo de computador que levou em conta variáveis como temperatura, intensidade da luz solar e índices pluviométricos, eles simularam a qualidade do ar em 2020 e descobriram que os níveis de ozônio – danoso ao sistema respiratório humano – aumentariam perigosamente em certas áreas dos EUA se todos os automóveis fossem movidos a álcool.

“Embora a queima do etanol reduza as emissões de dois poluentes cancerígenos, os níveis de outros gases aumentariam”, afirma o cientista Marc Jacobson, da Universidade Stanford, um dos responsáveis pelo estudo. “Portanto, alguns tipos de câncer teriam a mesma incidência se a poluição fosse causada por fumaça de veículos movidos a gasolina.” A solução, segundo Jacobson, não está no álcool, muito menos na gasolina, mas na conversão dos veículos em elétricos. “Isso eliminaria 10 mil mortes anuais por poluição do ar.”

De heróis a vilões
Os carros novos mais poluidores do Brasil

Marca – Chevrolet
Modelo – Corsa
Combustível – Gasolina
Motor – 1.4

Nota Verde* – 4,8

Marca – Peugeot
Modelo – 307 Sedan
Combustível – Álcool (motor flex)
Motor – 1.6

Nota Verde* – 5,2

Marca – Citroën
Modelo – Xsara Picasso
Combustível – Álcool (motor flex)
Motor – 1.6

Nota Verde* – 5,6

Marca – Citroën
Modelo – C3
Combustível – Álcool (motor flex)
Motor – 1.4

Nota Verde* – 5,6

Marca – Renault
Modelo – Scénic
Combustível – Álcool (motor flex)
Motor – 1.6

Nota Verde* – 5,6

Marca – Chevrolet
Modelo – Montana
Combustível – Gasolina
Motor – 1.4

Nota Verde* – 5,6

Marca – Renault
Modelo – Scénic
Combustível – Gasolina
Motor – 1.6

Nota Verde* – 5,7

Marca – Volkswagen
Modelo – Kombi STD
Combustível – Gasolina
Motor – 1.4

Nota Verde* – 5,7

Marca – Peugeot
Modelo – 207 SW
Combustível – Gasolina
Motor – 1.4

Nota Verde* – 5,7

Marca – Volkswagen
Modelo – Fox
Combustível – Álcool (motor flex)
Motor – 1.0

Nota Verde* – 5,7

Marca – Ford
Modelo – Ecosport 4×4
Combustível – Gasolina
Motor – 2.0

Nota Verde* – 5,9

Marca – Peugeot
Modelo – 307
Combustível – Álcool (motor flex)
Motor – 1.6

Nota Verde* – 5,9

Marca – Ford
Modelo – Ranger XL
Combustível – Gasolina
Motor – 2.3

Nota Verde* – 6,0

Marca – Chevrolet
Modelo – Prisma
Combustível – Álcool (motor flex)
Motor – 1.4

Nota Verde* – 6,0

Marca – Volkswagen
Modelo – Gol
Combustível – Álcool (motor flex)
Motor – 1.0

Nota Verde* – 6,0

* Criada pelo Programa de Controle de Poluição do Ar por Veículos Automotores (Proconve/Ibama), a Nota Verde varia numa escala de 0 a 10. Quanto maior a nota de um carro, menor seu índice de emissão de monóxido de carbono, hidrocarbonetos e óxidos de nitrogênio.