Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Como funciona o Salto em Distância paralímpico

Existem regras até mesmo sobre o que acontece caso a prótese se desprenda durante o salto

Por Felipe Germano Atualizado em 4 nov 2016, 19h18 - Publicado em 9 set 2016, 17h30

COMO FUNCIONAM AS PARALIMPÍADAS
CONHEÇA OS OUTROS ESPORTES |

No salto em distância, o competidor corre por uma pista de 40m, antes de saltar em um tanque de areia. Os juízes medem a marca mais próxima do lançamento, e contam essa medida como a oficial. Os atletas não podem se aproximar demais do tanque, caso eles pisem na linha de limite estão desclassificados.

Quando os atletas utilizam próteses, caso a parte se desprenda enquanto o competidor está correndo, ele pode tentar continuar sem ela, ou recolocá-la. Caso a prótese se desprenda durante o salto, e caia na areia de modo a diminuir a distância do atleta, o número baixo será o registrado, e se ela cair fora do tanque o atleta tem essa tentativa tida como irregular.

Os atletas deficientes visuais contam com a ajuda de um chamador, que orienta os atletas antes, durante e depois dos saltos. Esses costumam ficar na pista, logo atrás da linha limite, gritando quando é a ora do atleta saltar – e saindo da frente do competidor no último instante.

Continua após a publicidade
Publicidade