GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Do que é feito o lencinho umedecido? De coco e pele de carneiro – e algumas coisinhas mais

Os lencinhos umedecidos ajudam a proteger o bumbum dos bebês. Mas boa parte dos ingredientes é para proteger os próprios lenços da umidade deles

Alexandre Versignassi e Suzanna Ferreira

O BANHEIRO QUÍMICO – Bronopol
Metade do líquido que vai nos lenços é água pura. O problema é que, pelo menos neste planeta, onde há água há vida. Geralmente microvida. E micróbios não são os melhores amigos dos bebês. Para destruir as bactérias que apodreceriam o lenço e invadiriam o corpo do baby, vai um composto matador: o bronopol. Tão matador que é usado também em banheiros químicos.

O DENTISTA – EDTA (ácido etilenodiamino tetra-acético)
É um esponjão químico: suga os resíduos de metal que existem na água – e que enferrujariam os lenços. Se um dia você se intoxicar com metais pesados, vai levar uma receita médica com EDTA para casa, já que esse ácido os elimina do organismo. Os dentistas também usam o EDTA: serve para limpar resíduos de metal que ficam nos dentes depois que a broca passou por ali.

O COCO – Cocamidropil betaína
Você aprendeu na escola que dá para aproveitar tudo numa vaca, certo? Deveriam ter falado isso do coco também. Além de servir para tudo o que serve, ele fornece um detergente natural, o cocamidropil. Esse é o removedor de sujeira aqui. Aqui e nos detergentes de lavar prato também. 1001 utilidades.

O AMIGO DAS MOSCAS – Metilparabeno
Entra para matar os fungos, que cresceriam feito doidos no ambiente úmido da embalagem. Mas quem deve mesmo ao metilparabeno é a ciência. Ele é o fungicida preferido para proteger larvas de moscas. O que isso tem a ver com ciência? É que cientistas criam moscas drosófilas para fazer pesquisas genéticas (os insetos vivem pouco, então dá para analisar as mutações no DNA ao longo de várias gerações).

A PELE DE CARNEIRO – Lanolina
“Óleo de lã.” É o que “lanolina” significa em latim. A coisa é extraída da lã de carneiros mesmo. É que a pele desses bichos produz uma cera impermeabilizante – funciona como se fosse uma jaqueta sobre uma blusa de lã. Nos humanos, essa cera age como um hidratante poderoso.

Fontes Mauricio Pupo, farmacêutico; Valéria Santos, professora de cosmetologia da Universidade Anhembi Morumbi; Kimberly Clark Brasil.