GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Nem só loiras nem tão geladas

Quando se fala em cerveja, o Brasil não é um país de contrastes: de cada 19 copos, só 1 não é de pilsen (oficialmente, pilsner). É como se o resto do mundo comesse todos os sabores de pizza e aqui a gente teimasse na mussarela. Desde o antigo Egito as cervejas vêm se diversificando, e hoje os principais tipos são ale e lager, divididos em variedades com sabor, cor e até copo próprio. Um brinde à diversidade.

Lager
Pronuncia-se “láguer”. “De fermentação baixa”, porque é no fundo do tanque que o processo acontece. Originadas na Europa Central, são as mais consumidas do mundo. Tradicionalmente, têm sabor menos elaborado, são claras e servidas geladas.

País de origem – Alemanha
Nome da cerveja – Schwarzbier
Criação – séc. 16
Teor alcoólico – 4 a 5%

Escura como a stout e a porter, mas um pouco mais leve que as inglesas. Exemplos: Samuel Adams Black Lager e Bohemia Escura.

País de origem – Áustria
Nome da cerveja – Vienna Lager
Criação – séc. 19
Teor alcoólico – 4 a 5%

Avermelhada e leve, perdeu público na Europa, mas renasceu no México graças a imigrantes austríacos. Exemplo: Negra Modelo.

País de origem – Alemanha
Nome da cerveja – Dunkel
Criação – sec. 19
Teor alcoólico – 4 a 6%

Cerveja escura germânica, é a variedade tradicional da Baviera, com malte acentuado. Exemplo: Ayinger Altbairisch Dunkel.

País de origem – Alemanha
Nome da cerveja – Pilsher
Criação – séc. 19
Teor alcoólico – 4 a 5%

Em alemão, “cerveja do sótão”. De apelo artesanal, ainda não foi muito estudada por especialistas. Exemplo: Eichbaum Kellerbier.

País de origem – Alemanha
Nome da cerveja – Märzen
Criação – séc. 19
Teor alcoólico – 5 a 6%

É feita em março (daí o nome, “março” em alemão), mas clássica da Oktoberfest – que, surpresa, começa em setembro. Exemplo: Paulaner Oktoberfest.

País de origem – Alemanha
Nome da cerveja – Kellerbier
Criação – séc. 17
Teor alcoólico – 5 a 6%

Em alemão, “cerveja do sótão”. De apelo artesanal, ainda não foi muito estudada por especialistas. Exemplo: Eichbaum Kellerbier.

País de origem – Alemanha
Nome da cerveja – Bock
Criação – séc. 14
Teor alcoólico – 6 a 7%

Criada em Einbeck, é tão nutritiva que sustentava os monges durante a quaresma. Exemplos: Paulaner Salvator e Kaiser Bock.

 

Ale
Pronuncia-se “êil”. Chamada “de fermentação alta” porque o processo ocorre no topo do tanque. Muito populares na Inglaterra, estas cervejas têm um sabor mais encorpado, adocicado, e aromas secundários que podem lembrar frutas.

País de origem – Inglaterra
Nome da cerveja – Stout
Criação – séc. 18
Teor alcoólico – 4 a 6%

Derivação mais forte do tipo porter, tem sabores que sugerem chocolate e café. Exemplos: Guinness e Baden-Baden Stout.

País de origem – Inglaterra
Nome da cerveja – Porter
Criação – séc. 18
Teor alcoólico – 5 a 7%

Cerveja escura, ganhou o nome pelo sucesso nos portos. A variedade “baltic porter” é bem forte. Exemplos: Fuller’s London Porter.

País de origem – Inglaterra
Nome da cerveja – Pale Ale
Criação – séc. 17
Teor alcoólico – 4 a 5%

Inclui várias cervejas diferentes (Bitter, IPA), tendo em comum o malte pálido. Exemplos: Fuller’s Chiswick Bitter e Colorado Indica (BR).

País de origem – Inglaterra
Nome da cerveja – Mild Ale
Criação – séc. 17
Teor alcoólico – 3 a 4%

O Beer Judge Certification Program considera “ideal para beber em quantidade”, mas rara de achar. Exemplo: Moorhouse Black Cat.

País de origem – Brown Ale
Nome da cerveja – Inglaterra
Criação – séc. 18
Teor alcoólico – 3 a 5%

Cervejas doces e leves, em que o aroma de caramelo sobressai. Exemplos: Manns e Newcastle Brown Ale.

País de origem – Alemanha
Nome da cerveja – Kölsch
Criação – séc. 20
Teor alcoólico – 4 a 5%
Esta só na região de Colônia, na Alemanha, de preferência direto da chopeira. Exemplos: PJ Früh e Hellers.

País de origem – Bélgica
Nome da cerveja – Belgian Ale
Criação – séc. 19
Teor alcoólico – 6 a 8%

Este tipo abrange várias cervejas, desde receitas de monges trapistas até fórmulas mais recentes. Exemplos: Duvel e Leffe Blond.

País de origem – Alemanha
Nome da cerveja – Weiss
Criação – séc. 17
Teor alcoólico – 5 a 6%

Servida em copo alto especial, tem acentuado sabor de trigo. Exemplos: Erdinger Weissbier e Bohemia Weiss.


País de origem – Inglaterra
Nome da cerveja – Old Ale
Criação – séc. 17
Teor alcoólico – 6 a 9%

Com forte sabor de malte, apelido é winter warmer, ou seja, aquecedora de inverno. Exemplo: Fuller’s Vintage Ale.

País de origem – Inglaterra
Nome da cerveja – Barley Wine
Criação – séc. 19
Teor alcoólico – 8 a 12%

Literalmente, “vinho de cevada”, forte e encorpada. Exemplos: Thomas Hardy’s Ale, Burton Bridge Thomas Sykes Old Ale.