GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O airbag para ciclistas

Equipamento fica na parte de fora do carro e reduz em até 45% os ferimentos de ciclistas, motociclistas e pedestres em caso de atropelamento

Os carros de hoje são muito mais seguros que os de antigamente. Mas para quem está do lado de fora, na rua, eles continuam sendo perigosos. De cada quatro mortes em acidentes de trânsito no estado de São Paulo, por exemplo, três são de pedestres, ciclistas ou motociclistas – quase sempre atingidos por carros, que estão ficando maiores e mais pesados, e por isso mais letais. Mas uma nova tecnologia pode mudar isso. O governo holandês, junto com as empresas de tecnologia TNO e Autoliv, investiu 1 milhão de euros para desenvolver o primeiro airbag externo, ou seja, que protege quem está do lado de fora do carro.

Uma câmera instalada no para-brisa é conectada a um computador de bordo, que analisa o que está à frente do automóvel. O computador desacelera automaticamente o carro em situações de risco. Se mesmo assim houver um atropelamento, duas coisas acontecem. Primeiro, o capô se eleva em aproximadamente 10 cm. Isso cria um espaço entre ele e o bloco do motor, permitindo que o capô se deforme com o peso da pessoa atropelada – e absorva parte do impacto. Em seguida, o airbag externo se infla, cobrindo o para-brisa e as colunas frontais do carro. Tudo isso acontece em frações de segundo. Em testes de laboratório, o sistema conseguiu reduzir em 45% os ferimentos sofridos por ciclistas e pedestres (que foram representados por bonecos dotados de sensores). A Holanda resolveu desenvolver essa tecnologia porque é usuária assídua de bicicletas (elas são o meio de transporte usado em 27% das viagens), e registra 1,7 mil acidentes de trânsito graves ou fatais por ano.

Ainda não há previsão de quando o airbag holandês chegará ao mercado, mas uma versão ligeiramente diferente já pode ser encontrada na perua V40, da marca Volvo. Na V40, o airbag externo visa a proteger pedestres, especificamente, e só é ativado em velocidades entre 20 e 50 km/h (porque, segundo a montadora, a maioria dos atropelamentos de pedestres ocorre nessa faixa).

Veja a demonstração do airbag externo no link.