Clique e assine a partir de 8,90/mês

Para que serve um desfile de moda?

O objetivo final é esse mesmo que você está pensando

Por Bruno Vieira Feijó - Atualizado em 12 jun 2018, 15h56 - Publicado em 31 dez 2004, 22h00

Vender roupas. Mas faz muito tempo que desfiles deixaram de funcionar como uma vitrine das roupas que vão ser vendidas nas lojas. Nos anos 1990, por exemplo, durante uma edição da São Paulo Fashion Week, modelos escaladas pelo estilista Jum Nakao usaram vestidos feitos de papel, que foram destruídos ao final da apresentação.

Hoje, o mais importante num desfile é apresentar o conceito, a mensagem por trás da coleção — essa, sim, feita de peças de verdade. “Os desfiles são condutores da imaginação, criando vínculos entre o sonho e a realidade”, explica Wanda Maleronka, professora da faculdade de moda Anhembi-Morumbi, em São Paulo. Nesse sentido, o que eles querem é despertar nas pessoas o desejo por aquela marca e tudo o que ela oferecer.

Além disso, desfiles também são usados para informar tendências. Por exemplo, se brilhos estão em alta, é bem provável que um estilista apresente uma blusa exageradamente cheia de brilhos durante seu desfile. Na apresentação, a peça vai chamar a atenção e marcar a memória das pessoas. Mas a blusa que será vendida na loja é uma versão bem simplificada daquela. Afinal, seria impossível usar no dia a dia algumas das extravagâncias que vemos nas passarelas.

Publicidade