Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

11 perfis do Tik Tok que você precisa conhecer

Ciência, tecnologia, música, história. Uma seleção feita pela redação da Super com o que mais gostamos de assistir na plataforma.

Por Rafael Battaglia
Atualizado em 27 mar 2023, 18h46 - Publicado em 22 mar 2023, 16h04

1 – Reid Moon (@moonsrareboks; Literatura)

@moonsrarebooks Which copy would you rather have? A true first edition, first printing of “Harry Potter” or a copy signed by the three lead actors? Harry, Ron and Hermione? ##harrypottertiktok##harrypotter##booktok##moonsrarebooks ♬ Harry Potter – The Intermezzo Orchestra

Reid Moon é um colecionador de respeito. Dono de uma loja de antiguidades com mais de 5 mil livros, ele viaja pelo mundo atrás de edições raras, das mais diversas: uma coletânea das peças de Shakespeare feita em 1632, avaliada em US$ 10 milhões; a primeira edição de O Hobbit, assinada por Tolkien; o script original do primeiro Star Wars.

Moon guarda as maiores preciosidades em um cofre gigante. Estão lá obras como a primeira edição de A origem das espécies (1859) e uma Bíblia de 1589 que pertenceu à Rainha Elizabeth I. Um bom perfil para quem gosta de fuçar sebos e livrarias.

2 – Disney Animation (@disneyanimation; Cinema)

@disneyanimation Take a closer look at a one-of-a-kind visual development piece from #SleepingBeauty from the Walt Disney Animation Research Library! Stream Sleeping Beauty now on @disneyplus. #DisneyAnimation #WaltDisneyAnimation #VisualDevelopment #Disney ♬ original sound – Walt Disney Animation Studios

O perfil oficial do estúdio de animação da Disney publica com frequência trechos dos filmes da casa – quem navega pelo TikTok sabe o quão prazeroso (e nostálgico) é encontrar um corte de Lilo & Stitch ali, sem querer, enquanto rola o feed. 

Continua após a publicidade

Mas a graça do perfil não é exatamente essa. De vez enquanto, um simpático senhor chamado Fox Carney convida o espectador para um tour pela Biblioteca de Pesquisa do estúdio. Lá, Carney (que, de terno, óculos e um bigodinho grisalho, parece ele próprio ter saído de uma animação) apresenta arquivos raros, como storyboards e pinturas originais de clássicos da Disney (Branca de Neve, Bela Adormecida, Peter Pan). 

3 – O da Super (@superinteressante)

@superinteressante É difícil bater o martelo, mas uma dupla de pesquisadores do Population Reference Bureau fez uma estimativa #populacao #populacaomundial #superinteressante #demografia ♬ som original – Superinteressante

Permita-nos um pequeno momento de panfletagem. Desde fevereiro, dá para acompanhar a Super no TikTok. É o mesmo conteúdo que você já conhece – em vídeo. Só não espere por dancinhas.  

 4 – Quite Interesting (@theqielves; Curiosidades)

Continua após a publicidade
@theqielves♬ original sound – Quite Interesting

Lançado em 2003 pela BBC, o QI (“Quite Interesting”, ou “Super Interessante”, veja só), é um programa que mistura humor e ciência. O formato é simples: um apresentador fixo e quatro convidados que participam de um quiz, com perguntas dignas da nossa seção Oráculo: “Por que mariposas são atraídas pela luz?”, “Como tirar uma música-chiclete da cabeça?” e “Qual a maior esnobada do Prêmio Nobel?” são alguns exemplos.

Os convidados não são necessariamente especialistas. Na verdade, são na maioria das vezes artistas e humoristas. Isso faz com que o programa seja dinâmico: ao perceber a dificuldade das perguntas, não faltam comentários engraçados que complementam a resposta. Eis uma ótima forma de fazer divulgação científica.

5 – PianoQueToca (@pianoquetoca; Música)

@pianoquetoca #piano #upmovie #pixar #up #pixar #disney #teoriamusical #pianoquetoca #sentimental #cosplay #lembranças #nostalgia #passado ♬ som original – PianoQueToca

Por que a música-tema de Vingadores é tão empolgante? E por que a de Up, da Pixar, nos faz chorar em posição fetal? Analisando desde o game Super Mario às vinhetas da Globo, o professor e pianista Antônio Vaz Leme disseca partituras de composições da cultura pop e mostra porque elas são capazes de provocar os mais diversos sentimentos. O sucesso do canal extrapolou o TikTok e virou também programa de rádio, na Cultura.

Continua após a publicidade

6 – New Scientist (@newscientist; Ciência)

@newscientist Vent on Venus suggests the planet is volcanically active. 🌋🔥 Radar images collected by NASA’s Magellan probe in the 1990s mapped the surface of Venus. But until recently computers were ill-equipped to analyse the vast amount of data it had generated. After combing through these images, researchers have found a vent that grew larger, potentially due to an eruption event. #NASA #space #volcano #venus #probe #eruption #science #sciencetok #sciencefacts #learnscience #learnontiktok #fyp ♬ original sound – New Scientist

É o perfil da revista britânica New Scientist, um tradicional veículo de divulgação científica. No TikTok, eles publicam notícias sobre ciência, saúde e tecnologia. Na maior parte do tempo, eles apresentam (e contextualizam) gravações e imagens (um teste de um novo robô, um flagrante do mundo animal, a foto de uma galáxia recém-descoberta) em vídeos bem curtinhos, fáceis de assistir.

7 – Felipe Vassão (@felipevassao; Música)

@felipevassao Como você bate na porta? #musica #vocesabia #curiosidades #aprendanotiktok #edutok (contem info colhida por #dangolding ♬ original sound – Felipe Vassão

Há quase 30 anos na indústria fonográfica, Felipe Vassão construiu uma sólida carreira como produtor musical: ele ganhou um Grammy Latino pelo seu trabalho no disco AmarElo (2019), do Emicida, por exemplo. No TikTok, ele ensina os mais diversos truques que os artistas usam para criar batidas e samples – e, assim, produzir os seus hits. 

Continua após a publicidade

De quebra, conta ótimas histórias de bastidores e curiosidades do universo da música. Não se convenceu? Então assista ao vídeo acima, em que Vassão vai atrás da melodia por trás do jeito que algumas pessoas batem na porta:

Sugestão bônus: Você sabia que “Pump It”, do Black Eyed Peas, se inspirou na melodia de uma canção grega de mais de 100 anos de idade? Quem gosta de saber mais sobre samples precisa acompanhar o perfil do Jarred Jermaine (@jarredjermaine), que vasculha a internet atrás das músicas antigas que serviram de base para hip-hops, funks e pops modernos. 

8 – Michael R. McBride (@idea.soup; História)

@idea.soup not in the modern sense of the word “country”, anyway @KingdomMaker #interestingfacts #history #middleages #medievalhistory #historyfacts #edutok ♬ original sound – Michael McBride

 

Macacos têm sotaque? Quantos descendentes de Genghis Khan dá para encontrar hoje em dia? Michael R. Bride faz vídeos sobre ciência, cultura e, sobretudo, história. São, nas suas palavras, “fatos divertidos que te farão parecer inteligente em uma festa”. Nós não poderíamos concordar mais.

Continua após a publicidade

9 – Vsauce (@corndogwilly; Curiosidades)

@corndogwilly The FIRST Apple watch (1995) #apple #watch #history #macintosh #memphisgroup #AlainSilberstein #design #90s #watchcollection ♬ original sound – Vsauce

Mais um perfil com o DNA parecido com o da Super. Vsauce é uma rede de canais criada nos primórdios do YouTube pelo americano Michael Stevens. Sempre com bom humor, Michael se dedica a responder diversas questões sobre ciência, cultura, filosofia… Vale a pena acompanhar também o perfil Vsauce2, mais focado em notícias (de astronomia, saúde e tecnologia).

10 – Josh Harmon (@joshplaysdrums; Música)

@joshplaysdrums Wii Sports sounds but with percussion— brings back so many memories! #wii #wiisports #satisfying #relaxing #percussion #rhythm ♬ original sound – Josh Harmon

Ele tinha apenas uma bateria e um sonho. Bem, quase isso. Josh Harmon usa pratos, tambores e baquetas para recriar os efeitos sonoros de filmes, games e desenhos animados. 

Não só: para funcionar certinho, ele recorre também a objetos do dia a dia (uma chave inglesa, um cabide, um pato de borracha). Harmon já recriou cenas de Simpsons, Ratatouille, Mandalorian e os barulhinhos do Wii Sports, o icônico jogo do Nintendo Wii. Alguém dê um Oscar honorário para ele.

11 – Jessica Parish (@jessicaribeiroparish; Línguas)

@jessicaribeiroparish Brummie com Peaky Blinders 🇬🇧 #inglesbritânico #peakyblinders ♬ Nuestra Canción (feat. Vicente García) – Monsieur Periné

É fácil reconhecer sotaques brasileiros. Alguém abre a boca e já dá para notar se é gaúcho, mineiro, baiano… Mas o nosso ouvido é bem menos treinado para reconhecer as sutilezas da língua inglesa para além da diferença entre o inglês britânico e o americano.

A professora Jessica Parish é anglo-brasileira e faz bons vídeos ensinando as várias formas de pronúncia da língua de Shakespeare. E o melhor: sempre com exemplos da cultura pop, como usar a série Peaky Blinders para falar do sotaque de Birmingham e da região centro-oeste da Inglaterra, ou as entrevistas do Alex Turner, do Arctic Monkeys, para mostrar o jeito de falar do norte do país. 

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.