GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Best-sellers falsificados

Preste atenção na próxima vez em que você for comprar um livro na Amazon. Existem alguns títulos que não são o que parecem

Anna Carolina Rodrigues

Além de ser a maior livraria virtual da internet, a Amazon também atua como editora: ela oferece um serviço, o CreateSpace (createspace.com), que permite a qualquer pessoa escrever e lançar o próprio livro em versão digital. Mas, nos Estados Unidos, tem gente abusando dessa liberdade e criando best-sellers `falsificados¿, ou seja, imitações de livros consagrados que usam nomes falsos e jogos de palavras para tentar enganar os leitores desatentos. Quando a Amazon percebe o truque, apaga as obras picaretas. Mas elas continuam aparecendo.
 

Sexo com zumbis
Livro verdadeiro – Fifty Shades of Gray (Cinquenta Tons de Cinza), de E.L. James
Livro falso – Fifty Shades of Grey Matter (Cinquenta Tons de Massa Cinzenta), de Pat Connid

O original é uma série de três livros sobre sexo e dominação. A versão fake conta uma história semierótica ambientada em um apocalipse zumbi causado por um tipo de gripe aviária. “Antes que pudesse ser distribuída, evitando a extinção da raça humana, a vacina Innoc ficou presa no fogo cruzado entre vários processos de patentes (…) Parte do problema, ao que parece, é que alguns dos advogados responsáveis pela disputa infectaram uns aos outros.”

O poder do pensamento malandro
Livro verdadeiro – Thinking, Fast and Slow (Rápido e Devagar: Duas Formas de Pensar), de Daniel Kahneman
Livro falso – Fast and Slow Thinking (Pensando Rápido e Devagar), de Karl Daniels

O livro original é uma análise brilhante do funcionamento do cérebro. Já o falso, cheio de jargões de negócios, promete falar sobre “irracionalidade e racionalidade na economia”. “Esse livro é um golpe”, disse Kahneman.

Chupinhada dos vampiros
Livro verdadeiro – Twilight (Crepúsculo), de Stephenie Meyer
Livro falso – Twilight (Crepúsculo), de Jesse Russel e Ronald Cohn

Conta a história do casal Edward e Bella – só que não é um romance. É apenas uma compilação com 148 páginas de informações sobre a série Crepúsculo, todas plagiadas da Wikipedia e de sites de notícias. Muito esperto.

O dragão que não amava as mulheres
Livro verdadeiro – The Girl with The Dragon Tattoo (A Garota com Tatuagem de Dragão), de Stieg Larsson
Livro falso – The Dragon With The Girl Tattoo (O Dragão com Tatuagem de Garota), de Adam Roberts

O livro verdadeiro, lançado no Brasil como Os Homens que Não Amavam as Mulheres, é sobre um jornalista que tenta desvendar um crime. O falso… é sobre a dragão fêmea Lizbreath Salamander. “Na asa direita, ela tinha a imagem de uma jovem humana”. Seu autor, Adam Roberts, diz que é uma brincadeira.

A biografia de Estêvão Jobs
Livro verdadeiro – Steve Jobs, Walter Isaacson
Livro falso – Steve Jobs, de Isaac Worthington

Apesar de seu título, o livro picareta não é sobre o fundador da Apple. Ele traz “entrevistas exclusivas” com um tal de Jeve Stobs – que, na verdade, não existe. O autor, Isaac Worthington, também não: seu nome é uma imitação descarada do escritor do livro original.