GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Conheça o site que compara a sua voz com a do Freddie Mercury

Seja no chuveiro ou no karaokê, todo mundo já tentou imitar o vocalista do Queen. O FreddieMeter calcula o quão perto (ou não) você está do talento dele.

Fim de ano é sinônimo de confraternização, seja entre familiares, amigos ou na famosa festa da firma. E é bem provável que, numa delas, você acabe em um bar – ou em um karaokê.

Bom, seja você fã ou não de uma cantoria, vale a pena visitar o site FreddieMeter. Desenvolvido por três times de pesquisa do Google (Google Research, Creative Lab e o do YouTube), a plataforma compara a sua voz com a de Freddie Mercury, vocalista do Queen e um dos cantores mais notórios de todos os tempos.

O projeto foi feito para homenagear uma marca recente conquistada pela banda. O clipe de “Bohemian Rhapsody” alcançou mais de 1 bilhão de visualizações no YouTube – é o primeiro vídeo de música anterior aos anos 1990 (a canção é de 1975) a atingir esse número.

Além disso, a plataforma foi feita para apoiar a Mercury Phoenix Trust, fundação criada em 1992 (um ano após a morte de Freddie) e que visa conscientizar as pessoas sobre HIV e AIDS e ajudar no combate a esse problema. Ela é comandada pelos colegas de banda Brian May e Roger Taylor e por Jim Beach, empresário do grupo.

Como o FreddieMeter funciona?

O “karaokê do Queen” é bem simples de usar. Ao entrar no site, é possível escolher entre quatro músicas da banda britânica (“Bohemian Rhapsody,” “Don’t Stop Me Now,” “Somebody to Love” e “We Are the Champions”) e soltar o gogó. A plataforma permite que você grave a performance caso queira compartilhá-la na internet – e garante que nenhum arquivo fica salvo na nuvem.

Depois que o trecho da música escolhida é tocado, o site exibe uma nota de compatibilidade com a voz de Freddie, que vai de 0 a 100. O “match” é feito pela inteligência artificial do sistema, que foi treinado usando o machine learning (“aprendizado de máquina”, em inglês): o algoritmo foi calibrado com o vocal original do cantor e com amostras de pessoas tentando cantar como ele. O sistema analisa três coisas: afinação, timbre e melodia. Para cada quesito, o FreddieMeter atribui uma nota diferente, além, claro, da pontuação final.

O karaokê interativo é divertido, mas precisa de uns ajustes. Aqui na SUPER, colocamos “Don’t Stop Me Now” para tocar, mas não cantamos juntos (o que foi um desafio). Resultado: 22% de match com a voz do Queen – o dobro do que o um dos editores do canal americano CNN diz ter atingido ao cantar “We Are The Champions”. Mas ainda vale pela diversão.