GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Leia um livro

Vivemos num mundo acelerado, saturado de informação, no qual os assuntos se sucedem a todo minuto na velocidade do Facebook. É uma época excitante, cheia de novidades. Mas é também um momento histórico tremendamente estressante: a era da ansiedade, da insônia, das tarefas nunca terminadas porque são interrompidas pelo último meme.

Nós aqui na SUPER vivemos neste tempo, intensamente. Publicamos pílulas de conhecimento digital a cada hora do dia e da noite, sem parar, pelo Twitter, pelo Facebook, pelo Instagram. Trabalhamos feito loucos para que esses petiscos de conteúdo tenham a mesma qualidade que as pessoas se acostumaram a esperar da SUPER, e nos divertimos pacas explorando o potencial da internet.

Mas temos uma convicção aqui: a de que a experiência de submergir profundamente no conhecimento é insubstituível. Nada de errado em passar umas horas saltitando entre microconteúdos diversos, mas é importante poder abrir espaços na vida para mergulhos mais fundos. Ler livros solidifica o saber, acalma o espírito, aprofunda a compreensão das coisas.

Procuramos fazer nossa parte. Este ano, transformamos a SUPER num dos grandes selos editoriais de não ficção do Brasil. Foram dez novos lançamentos, fora as reimpressões de sucessos esgotados. Neste final de ano, vamos bater todos os nossos recordes de lançamentos. Após os hits Deus: como ele nasceu, Nazismo: como ele pôde acontecer e O Livro do Oráculo, acabamos de lançar o delicioso A Mente do seu Cachorro. Ainda em novembro, chega às bancas e livrarias o E Se…, uma coletânea de 86 reportagens que procuram responder a perguntas tão instigantes quanto “e se Jesus não tivesse sido crucificado?” ou “e se a Lua não existisse?”. Quem assinar a SUPER ou renovar a assinatura nos próximos meses receberá esse livro em casa, além das revistas. E não para por aí. Ainda este ano, lançaremos um livro-reportagem sobre curas espirituais e uma bela introdução à filosofia.

Mas não precisa ser um livro da SUPER – há milhares de grandes livros no mundo. Fica meu convite aqui: leia um deles nas férias, presenteie um no Natal, passe uma tarde na biblioteca. Desconecte da internet por umas horinhas e vá viajar pelo lado de dentro da sua cabeça. Sua saúde mental vai agradecer.

Leia mais:
E se os nazistas tivessem vencido a Segunda Guerra?
Japoneses tinham escravas sexuais durante a Segunda Guerra Mundial