GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Oráculo: como vocês fazem a SUPER?

Este mês, respostas sobre Cazuza, zelândias e a melhor revista de borda vermelha do Brasil

Redação

SUPERINTERESSANTE
Como são escolhidas as mensagens do Fórum?
BRUNO AQUINO, Fortaleza, CE

Escolher? A gente inventa todas! Ok, falando muito sério: todo mês, a repórter Karin Hueck vasculha os e-mails recebidos, os debates do super.abril.com.br/forum, referências à SUPER no Twitter, no Orkut e no Facebook, além das cartas – sim, as de papel, que são muito bem-vindas. Desse mundaréu de sugestões, comentários, críticas e dúvidas, ela filtra o que houver de mais “superinteressante”, para usar um termo técnico. “Quem quiser sair no Fórum tem de ir além do ‘parabéns’ ou do ‘não gostei’ “, afirma Karin.

O Oráculo deve receber inúmeros e-mails. Qual o critério para escolher as perguntas?

PETERN LONGO, Joinville, SC

Inúmeros é exagero – atualmente, são 125 por mês. Como em cada Oráculo só entram 5, é um concurso de 25 candidatos por vaga, com fila de espera. Após uma pré-seleção da supracitada Karin Hueck (“Eu me divirto lendo!”), a escolha cabe a Emiliano Urbim (“Eu me divirto escrevendo sobre mim na 3ª pessoa!”), que encaminha para a Cartola, agência de jornalistas que apura as respostas. Perguntas pessoais, engraçadas e inteligentes têm preferência. “E, só este mês, perguntas sobre nós”, esclarece Emiliano.

Como vocês fazem a seção Conexões? O que o início e o fim têm a ver?
RUAN ROSSATO, São Paulo, SP

Pra ninguém ficar boiando, Conexões é uma seção onde, em 4 passos, qualquer coisa se conecta a outra – dê uma olhada lá na página 16. Para dar mais graça, de um ano para cá o editor Bruno Garattoni decretou que as conexões tinham de ter sons parecidos. Isso obrigou o colaborador Fábio Marton a traçar a trilha sonora “da ioga ao Yoda”, “do Che a Cher” e, nesta edição, “da mexerica ao Tiririca”. O legal é mostrar que elementos que não têm nada a ver um com o outro sempre podem ser ligados com um pouco de malabarismo intelectual.

GEOGRAFIA
Estava assistindo a um jogo da Copa do Mundo e pensei: se estou vendo a Nova Zelândia jogar, onde fica (ou ficava) a “Velha Zelândia”?
LUIZ SALGUEIRO, Teresópolis, RJ

(Produção, quando foi a copa? Putz.) Obrigado por aguardar, sua participação é muito importante para nós. Para saber por que só respondemos agora, volte à pergunta nº 2. Para obter sua resposta, continue lendo. A Zelândia ainda existe, Luiz: é a parte mais ocidental dos Países Baixos. Seu nome foi parar no meio do Pacífico porque a Oceania foi descoberta por holandeses, que homenagearam as novas terras com nomes de suas províncias. O continente da Nova Holanda acabou virando a Austrália, mas as ilhas à sua direita até hoje são a Nova Zelândia.

MÚSICA
O que o danado do Cazuza queria dizer com “segredos de liquidificador”?
JENNER DE AZEVEDO, Natal, RN

Esse verso de Codinome Beija-Flor é polêmico. Uma corrente crê que se trata de conversas próximas a um liquidificador ligado, inaudíveis para quem está longe. Mas o contexto (“que só eu que podia / dentro da tua orelha fria / dizer segredos de liquidificador”) favorece a interpretação majoritária: uma língua a massagear um ouvido em círculos. Realmente, Jenner, era um danado esse Cazuza.