GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Toy Story: Quais brinquedos reais inspiraram os personagens?

Alguns personagens têm versões reais, que fizeram sucesso nos EUA (e no mundo). Veja a lista e se prepare para o novo filme, que estreia em 20 de junho

Toy Story 4 estreia no dia 20 de junho, nove anos depois do que se achava ser o último filme da franquia. Woody, Buzz e cia. retornam aos cinemas nas mãos de Josh Cooley. O diretor estreia no comando de um longa-metragem, mas seu trabalho na Pixar é antigo: ele atuou na produção de animações como Ratatouille, Up: Altas Aventuras e Divertida Mente. 

Boa parte dos personagens de Toy Story foi inspirada em brinquedos reais, que fizeram sucesso nos EUA (e no mundo). Na lista abaixo, separamos alguns exemplos:

Slinky (1946)

 (Walt Disney/Pixar/Montagem sobre reprodução)

Foi criado por um engenheiro naval que tentava desenvolver uma mola para estabilizar objetos sensíveis dentro de um navio, mas ganhou grana mesmo patenteando a invenção e transformando em brinquedo. Outra apariçcão da molinha no cinema? Nesta cena de Ace Ventura 2, com Jim Carrey.

Sr. Cabeça de Batata (1952)

 (Walt Disney/Pixar/Montagem sobre reprodução)

Criado em 1952, foi o primeiro brinquedo a aparecer em um comercial na TV. A sra. Cabeça de Batatas surgiu no ano seguinte, em 1953.

Um detalhe curioso: até 1964, as crianças colocavam os acessórios em batatas de verdade. Depois de reclamações dos pais, sobre a curta duração do, digamos, brinquedo orgânico, a Hasbro lançou uma versão de plástico.

No vídeo abaixo, dá para ter uma noção de como ele era no começo:

Macacos no barril (1966)

 (Walt Disney/Pixar/Montagem sobre reprodução)

É o 53º lugar da lista dos 100 maiores brinquedos da revista Time, e foi usado pelos brinquedos numa tentativa (falha) de salvar Buzz. O slogan do produto ia direto ao ponto: “Mais divertido que um barril de macacos”. Honestos ou convencidos?

Woody (Anos 1950)

 (Walt Disney/Pixar/Montagem sobre reprodução)

O xerife nunca existiu, mas representa uma onda bem real (e que foi mostrada em Toy Story 2): a dos brinquedos de caubói dos anos 1950, como este jogo aqui, que por sua vez foi inspirado em um seriado de TV homônimo, exibido de 1953 a 1955.

Babá eletrônica (1990)

 (Walt Disney/Pixar/Montagem sobre reprodução)

Popular na época do primeiro filme, o aparelho da Playskool era usado pelos brinquedos como um walkie-talkie. No início do longa, por exemplo, Woody e os soldadinhos (abaixo) tentavam descobrir o conteúdo dos presentes da árvore de Natal.

Balde de soldados (1938)

 (Walt Disney/Pixar/Montagem sobre reprodução)

Os soldadinhos de plástico ficaram populares após a 2ª Guerra Mundial (1939-1945). As tropas inimigas dos EUA, Alemanha e Japão, eram vendidas em cores diferentes: cinza para os alemães e amarelo para os japoneses.

Fotos: The Henry Ford e Walt Disney/Pixar