Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

Busto romano perdido é vendido em brechó pelo equivalente a R$ 180

Após comprar a peça, uma colecionadora de arte do Texas percebeu que a estátua parecia antiga e gasta – até descobrir que o busto, na verdade, tinha dois mil anos

Por Maria Clara Rossini Atualizado em 13 Maio 2022, 15h24 - Publicado em 11 Maio 2022, 15h28

Imagine que você queira comprar um item para decorar a casa, mas sem gastar muito. Você vai a um brechó e, no meio do garimpo, encontra um busto que parece ter saído diretamente da Roma Antiga. Na bochecha da estátua, uma etiqueta com o valor: US$ 34,99 – ou R$ 180. Você compra a peça e a leva para casa no banco de passageiro do carro, presa pelo cinto de segurança.

No final das contas, você descobre que o busto, de fato, tinha saído da Roma Antiga. A colecionadora de arte Laura Young passou por essa situação em 2018. O brechó em questão ficava em Austin, no estado do Texas, nos Estados Unidos. Chegando em casa, ela percebeu que o busto parecia muito antigo e gasto, então decidiu entrar em contato com especialistas em história da arte da Universidade do Texas e duas casas de leilões.

Essa pesquisa em busca de respostas durou alguns anos. O consultor Jörg Deterling, da casa de leilões Sotheby’s, identificou que o busto fez parte do acervo de um museu alemão décadas antes. Ele colocou a colecionadora em contato com autoridades alemães.

Veio a confirmação do que Young já suspeitava: a escultura tem mais de dois mil anos de idade, tendo sido esculpida entre o final do século 1 a.C. e início do século 1 d.C. O busto fazia parte da coleção de arte do rei Ludwig I da Bavária (um dos estados da Alemanha) no século 19, mas foi roubado durante a Segunda Guerra Mundial. Uma das hipóteses sugere que a estátua foi saqueada por soldados americanos quando a cidade de Aschaffenburg foi bombardeada, e por isso foi parar no Texas.

Acredita-se que o busto representa um dos filhos do general romano Pompeu Magno – que foi derrotado em uma batalha contra Júlio César – ou então o comandante Nero Cláudio Druso. Laura Young, no entanto, apelidou a estátua “Dennis Reynolds”, em homenagem ao personagem da série americana It’s Always Sunny in Philadelphia

Young teve que se despedir da estátua que ficou na sua sala de estar por três anos e meio. Hoje, o busto está exposto no Museu de Arte de San Antonio, cidade ao sudoeste de Austin. Ele deve retornar para a Alemanha em 2023.

Compartilhe essa matéria via:
Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super. Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 12,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)