GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Qual é a origem da expressão “sair à francesa”?

Dizem que tem a ver com a rixa entre França e Inglaterra

[pergunta de Cristina Ferraz de Souza, Diadema, SP]

Ninguém sabe. O certo é que não existe melhor exemplo para ilustrar a velha rivalidade entre França e Inglaterra do que essa expressão, equivalente ao popular “sair de fininho”, muito usada em festas e reuniões quando alguém se retira sem se despedir nem dos anfitriões.

Isso porque ela tem, na verdade, duas versões, uma em resposta à outra. A mais conhecida – “sair à francesa” (take french leave, no original) – foi criada pelos ingleses. A outra – “sair à inglesa” (filer à l’anglaise) – é exclusividade dos franceses.

Com toda a incerteza que cerca sua origem, acredita-se, porém, que ela tenha nascido como uma gíria militar, para se referir a soldados que deixavam seu posto sem avisar ninguém. “É provável que tenha sido dita pela primeira vez durante a Guerra dos Sete Anos (1756-1763), quando as principais potências européias se enfrentaram, encabeçadas de um lado pela França e do outro pela Inglaterra”, afirma o historiador e professor de francês Alexandre Roche, de Porto Alegre.

“Mas a rixa entre os dois países é tão antiga que fica difícil saber qual das duas expressões surgiu primeiro”, diz a tradutora e também professora de francês Rosa Freire d’Aguiar, do Rio de Janeiro.