Clique e assine a partir de 8,90/mês

As histórias da Távola Redonda

Rei Artur foi uma das figuras mais populares da Idade Média — e talvez ele nem tenha existido

Por José Francisco Botelho - Atualizado em 15 fev 2018, 12h37 - Publicado em 31 mar 2004, 22h00

Há mil anos as lendas da Távola Redonda fascinam o mundo. Seu soberano, o rei Artur, foi uma das figuras mais populares da Idade Média: acreditava-se que ele voltaria dos mortos para governar a Inglaterra. Ainda hoje não se sabe se Artur existiu. Mas a ficção foi mais forte que a realidade e as fantásticas peripécias desse grupo continuam uma fonte de sonho, magia e aventura.

Walter Crane/Domínio Público

Fruto de Adultério

Uther Pendragon, rei da Inglaterra, apaixonou-se por Igraine, esposa do duque de Gorlois. Com a ajuda do mago Merlin, ele adotou a forma de Gorlois e desfrutou de uma noite com Igraine. Desse estranho adultério nasceu Artur

Rainha Guinevere

Guinevere, princesa de Cameliard, foi uma boa rainha, mas nunca amou seu marido. Apaixonou-se por Lancelot, e quando Artur descobriu, ela foi condenada à fogueira. Salva pelo amado, morreu num convento

Sir Lancelot

O cavaleiro mais cortês, valente e habilidoso viveu dividido entre o dever e a paixão: era leal ao rei, mas apaixonado pela rainha. Ao descobrir o adultério, Artur perseguiu-o com um grande exército, mas nunca conseguiu derrotá-lo

Continua após a publicidade
Edmund Leighton/Domínio Público

Sir Gawain

Filho de Morgause, era um dos guerreiros mais poderosos, célebre por ter decapitado o terrível Cavaleiro Verde. Era grande amigo de Lancelot, mas essa amizade teve um final trágico

Sir Agrawain

Irmão de Gawain, era ciumento e indiscreto. Invejoso de Lancelot, revelou ao rei Artur seu caso com a rainha Guinevere

Sir Ector

Foi esse empobrecido cavaleiro quem criou Artur. Somente Merlin, que conhecia o segredo de seu nascimento e o entregou a Ector, sabia que o garoto estava destinado a ser rei

Dieter_G/Creative Commons

Excalibur

Continua após a publicidade

A espada que Artur puxara da bigorna partiu-se em um duelo. A Dama do Lago deu-lhe Excalibur, lâmina indestrutível forjada pelos elfos. A bainha enfeitiçada impedia Artur de ser morto. Após a batalha de Camlan, sir Bedivere a atirou de volta para a Dama do Lago

A Espada Cravada

Quando Pendragon morreu, a anarquia tomou conta da nação. Certa manhã, surgiu uma bigorna com uma espada e a inscrição “Quem arrancar esta espada é por direito o rei da Inglaterra”. Muitos tentaram, mas apenas Artur conseguiu

Rei Artur

Artur foi coroado e unificou a Inglaterra ao expulsar invasores saxões e enfrentar 11 príncipes rebeldes. De seu sogro, Artur ganhou uma mesa, a Távola Redonda. Duas vezes por ano, os maiores guerreiros do reino se reuniam em volta dela, no castelo de Camelot, para contar suas aventuras

duncan1890/iStock

O Cálice Sagrado

O Santo Graal era o cálice da Última Ceia. Uma aparição revelou aos cavaleiros que o objeto estava escondido em algum lugar da nação. Começou assim a busca pelo Graal — aventura na qual muitos perderam a vida

Continua após a publicidade

Sir Mordred

Traiçoeiro e ambicioso, era sobrinho de Artur. Quando Artur partiu em perseguição a Lancelot, Mordred aproveitou e tomou o trono

O Poderoso Merlin

Filho do demônio com uma mortal, Merlin herdou a esperteza do pai, mas não sua malignidade. Foi conselheiro de Artur. Apaixonou-se por Viviane, a Dama do Lago, que o aprisionou numa caverna enfeitiçada até a morte

Frederick Sandys/Creative Commons

Morgana e Morgause

Meio-irmãs de Artur, eram filhas de Igraine e Gorlois. Morgana era uma feiticeira que detestava Artur. Roubou a bainha de Excalibur, permitindo que ele fosse ferido e morto. Morgause casou-se com um rei e foi morta pelo filho Gaheris

Sir Tristão

Continua após a publicidade

Apaixonou-se pela deslumbrante Isolda, esposa de seu tio, o rei Marcos da Cornualha. Perseguido pelo implacável tio, foi refugiar-se na corte do rei Artur. Ninguém na Inglaterra, exceto Lancelot, era capaz de derrotá-lo em combate

Sir Gaheris e Sir Gareth

Irmãos mais jovens de Gawain, Artur encarregou-os de levar Guinevere à fogueira. Lancelot resgatou a rainha e, cego de raiva, matou os dois. Gawain o perseguiu e foi fatalmente ferido, mas perdoou Lancelot antes de morrer

Howard Pyle/Creative Commons

Sir Kay

Filho de Ector e irmão de criação de Artur, era mal-humorado e um grande encrenqueiro. No entanto, manteve-se fiel ao rei até o último momento

Sir Galahad, Sir Percival e Sir Bors

Filho bastardo de Lancelot, Galahad era o cavaleiro mais puro e gentil. Partiu em busca do Santo Graal, acompanhado por Percival e Bors. Os três encontraram o cálice no interior de um navio abandonado. Cumprida a missão, Galahad pediu a Deus que levasse sua alma — e o desejo foi atendido. Percival passou o resto dos dias como eremita. Bors regressou a Camelot para contar a história

Continua após a publicidade

Avalon

Após Camlan, um grupo de donzelas levou Artur à ilha de Avalon. Alguns dizem que lá suas feridas foram curadas; outros, que Artur está enterrado, mas que um dia voltará para governar a Inglaterra mais uma vez…

Arthur Rackham/Creative Commons

A Batalha de Camlan

Artur enfrentou Mordred na sangrenta batalha de Camlan. O rei atravessou o sobrinho usurpador com uma lança, mas levou um golpe fatal na cabeça

Publicidade