GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Água, sabão e delícia

A nova ideia para salvar o planeta é deixar o fogão de lado e cozinhar a sua comida na lava-louças (sim, junto com a louça suja). Supostamente, isso reduz muito as emissões de CO2. Mas será que a comida fica boa? Investigamos que história é essa - e testamos as principais receitas.

”Mas e aí, deu certo?”. Entre meus amigos e parentes, não houve quem não fizesse essa pergunta ao saber do meu repentino – e estranho – interesse em cozinhar usando a máquina de lavar louça. É isso mesmo. Deixei de lado o fogão e o micro-ondas e resolvi preparar minha comida na máquina, ao mesmo tempo que ela lavava a louça da refeição anterior. A suposta vantagem disso é que economiza energia (dispensa o gás do fogão ou a eletricidade do micro-ondas), o que reduz as emissões de CO2 – e ajuda a salvar o planeta. ”Passei nove anos testando alternativas para cozinhar reduzindo o impacto ambiental e percebi o potencial do lava-louça para economizar energia. Usar o vapor e a água quente da máquina permite cozinhar a custo zero. Com a vantagem de não precisar monitorar o processo”, diz a chef italiana Lisa Casali, que aprimorou a técnica e escreveu um livro com receitas para fazer na máquina (Cozinhando no Lava-Louça, editora Alaúde). Ao longo de vários dias, segui as dicas de Lisa e tentei de tudo um pouco. Preparei ovos com tomate e ervas, frango com limão e gengibre, musse de maçã com canela e compota de frutas, tudo na minha lava-louça. Como? Misturando os ingredientes, colocando em recipientes à prova d’água e seguindo algumas instruções simples. A água quente jogada pela máquina aquece os recipientes e cozinha os alimentos. 

INSTRUÇÕES GERAIS

1. Escolha um frasco que possa ser bem vedado. A melhor opção é um pote de geleia, azeitona ou palmito. Evite recipientes de plástico.

2. Coloque o frasco com a comida e a louça suja juntas na máquina. Adicione sabão normalmente.

3. Escolha o modo de lavagem mais adequado para cozinhar cada alimento:

  • Peixes, crustáceos e moluscos: modo Rápido.
  • Carne vermelha: modo Normal.
  • Ovos, vegetais e frutas: modo Intenso.

É fundamental ficar atento a um detalhe. ”Para evitar a contaminação por bactérias, principalmente em carnes, o cozimento precisa ser a 70 °C”, explica a nutricionista Karin Honorato. Em geral, as lava-louças atingem essa temperatura – mas, em alguns casos, é necessário selecionar manualmente a opção no painel da máquina.

Enquanto comia, eu me perguntava se estava mesmo salvando o planeta. Fazendo as contas, descobri que a diferença era mesmo grande. Se as quatro receitas tivessem sido preparadas no meu fogão, que é alimentado por gás natural, teriam consumido aproximadamente 2 metros cúbicos de gás. Ao ser queimada, essa quantidade de gás teria liberado cerca de 4,7 kg de CO2 na atmosfera. É bastante coisa: equivale ao CO2 emitido por um carro popular (motor 1.0) num percurso de 47 km. Cozinhar polui.

Mas, ao preparar minha comida na máquina de lavar-louça, foi diferente. Na prática, as receitas não emitiram nenhum CO2 – porque eu aproveitei as ocasiões em que já iria usar a máquina para lavar louça. Ou seja: na prática, o preparo das refeições não teve impacto ambiental. Eu só gastei a água e a energia que iria consumir, de qualquer maneira, usando a máquina na lavagem da louça. Bacana. 

Segundo os fabricantes, cozinhar na lava-louças não estraga o aparelho. O grande obstáculo é cultural mesmo. ”Para o brasileiro, é complicado misturar um equipamento de limpeza (a lavadora) com o preparo de alimentos”, diz Juliana Passos, supervisora de marketing da Electrolux. Eu misturei. Algumas das minhas receitas ficaram ruins – mas outras até que ficaram bem boas. Leia os textos a seguir para saber no que deu.

COMPOTA DE FRUTAS COM IOGURTE E CEREAIS

 
Ingredientes
200 g de frutas da estação
1 colher (chá) de mel
1 colher (chá) de açúcar mascavo
Suco de limão-siciliano
200 ml de iogurte natural
3 colheres de sopa de granola
 
Modo de preparo
Lave e corte as frutas e coloque num pote de 500 ml. Acrescente mel, açúcar mascavo e o suco do limão-siciliano. Cozinhe no ciclo Intenso, (leva de 2 a 3h e tem temperatura de 60 oC). 
 
Resultado
Não tive paciência e fiz num ciclo mais rápido. Usei ameixas e pêssegos. Ao abrir o pote, veio o cheiro, não muito convidativo – parecia de sauna. Como a receita não especifica a quantidade de suco de limão, espremi meio limão. Foi exagero. Além disso, as frutas continuaram firmes, não se dissolveram como deveriam. Com o iogurte e a granola, a receita fica boa para comer no café da manhã. Sem isso, seriam apenas frutas com gosto de limão.
 

BOCADINHOS DE FRANGO, LIMÃO E GENGIBRE COM VAGENS SALTEADAS

Ingredientes 
1 peito de frango
Raspas da casca e suco de 1 limão
Pedaço de gengibre fresco
2 colheres (sopa) de azeite
Sal
Cebolinha
250 g de vagem
1 dente de alho
Pimenta-do-reino
 
Modo de preparo
Refogue a vagem numa frigideira. Corte o frango em cubos e coloque num pote de 300 ml. Adicione as raspas e o suco do limão, gengibre ralado, azeite, sal e cebolinha picada. Acione o ciclo Intenso da lava-louças.

Resultado
Fiquei receosa sobre o cozimento do frango e estava certa. Ele ficou meio cru – o que é perigoso para a saúde. Por causa do limão, uma amiga achou o gosto parecido com o de ceviche. Não faria a receita novamente.
 

OVO COM TOMATE E ERVAS

 

Ingredientes 
1 ovo
1 tomate pequeno
2 colheres (sopa) de azeite
Sal
Alecrim
Orégano
Pimenta-do-reino
 
Modo de preparo
Pique o tomate e coloque em um pote de 200 ml. Em seguida, quebre o ovo e adicione. Junte o azeite e os temperos. A receita deve ser preparada no ciclo Intenso. 
 
Resultado
Foi a receita que ficou mais gostosa. O sabor do ovo se destacou – principalmente porque usei um de pata, mais forte.
 

MUSSE DE MAÇÃ COM CANELA

 

Ingredientes 
1 maçã
1 limão-siciliano
1 colher (chá) de açúcar mascavo
Canela em pó
 
Modo de preparo
Descasque e rale a maçã e coloque em um pote de 250 ml. Adicione raspas da casca do limão-siciliano e também um pouco do suco. Acrescente o açúcar e a canela. Tampe bem e coloque na lava-louça, ajustada para o modo Normal.
 
Resultado
Não virou musse. Virou apenas uma mistura de maçã – sólida – com canela. Parte da culpa foi minha (usei um ralador largo e os pedaços ficaram meio grandes). A hora de abrir o pote é fantástica, porque vem um cheiro de canela bem forte. E até que ficou gostoso.
Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.