Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Para que serve o hímen?

Existem quatro tipos de hímen e um deles pode até exigir o uso de cirurgia para abrir passagem para o fluxo menstrual e as relações sexuais

Por Sheyla Miranda
Atualizado em 22 fev 2024, 10h50 - Publicado em 22 jun 2011, 20h18

Biologicamente, para nada. Pode até ser que essa película, presente na entrada do canal vaginal, ajude a prevenir infecções genitais em crianças, mas nada cientificamente comprovado. O hímen surge no início do desenvolvimento do embrião feminino, formado do resquício da tampa vaginal – quando o órgão genital ainda não tem abertura externa. Apesar de ser usado para indicar virgindade, ele nem sempre é rompido com a relação sexual. Absorvente interno, andar de bicicleta, masturbação e outros motivos também podem perfurá-lo. Além disso, somente algumas mulheres apresentam sangramento quando o hímen se rompe, já que isso depende da quantidade de vasos sanguíneos que irrigam a membrana, o que varia de pessoa para pessoa.

Os tipos de hímen e suas características

ANULAR – É o mais comum. Tem uma membrana fina, com apenas um orifício no meio, geralmente rompido na primeira relação sexual. Pode ou não causar sangramento

COMPLACENTE – Película grossa e muito elástica, com um orifício no centro. Dificilmente se rompe em relações sexuais e só deixa de existir quando a mulher tem filhos por parto normal

Continua após a publicidade

CRIBRIFORME – Poucas mulheres apresentam este tipo de hímen. Em vez de apenas um orifício ao centro, ele tem vários furinhos pelos quais passa o fluxo menstrual

IMPERFURADO – Muito raro. Não há orifícios e as meninas que têm este tipo de hímen precisam fazer uma cirurgia para abrir passagem para o fluxo menstrual e para as relações sexuais. A cirurgia do hímen imperfurado é feita logo após a menarca – primeira menstruação

CONSULTORIA Aarão Mendes Pinto Neto, do departamento de tocoginecologia da Unicamp

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.