GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Por que sábado é dia de feijoada?

Origem da tradição é, provavelmente, portuguesa

Hábitos nem sempre têm explicações precisas, mas o mais provável é que o costume de comer feijoada aos sábados (em São Paulo, também se come feijoada às quartas) seja uma herança portuguesa.

Os lusitanos não são apaixonados por feijoada como nós, nem há registros de que em alguma região de Portugal sábado seja dia de feijoada, mas sabe-se que a nossa feijoada é uma herança da feijoada transmontana, prato típico no norte do país, e que os portugueses têm o costume de associar alguns pratos a dias da semana. “Em Portugal, existe o hábito de comer cozido às quintas-feiras e aos domingos. Graças à colonização portuguesa, essa tradição também existe no Rio de Janeiro”, diz o historiador Caloca Fernandes, autor do livro Viagem Gastronômica Através do Brasil.

Além do cozido às quintas e domingos, os portugas comem peixe às sextas – efeito da tradição católica de evitar carne vermelha nesse dia. Esse hábito se repete em algumas cidades brasileiras como São Paulo e Rio.

Mas em outros lugares a coisa muda: na Bahia, sexta é dia de efó (à base de folhas), caruru (feito com quiabo), farofa de dendê e xinxim de galinha. Em São Paulo, os restaurantes populares que servem os famosos PF (pratos feitos) seguiram a moda portuguesa e criaram duas tradições: segunda foi reservada ao virado à paulista (arroz, bisteca de porco, mandioca, couve e feijão) e terça virou dia de dobradinha.

– De que parte dos animais vêm as carnes que comemos?