Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Quais são as injeções que mais doem? Conheça os seis tipos

As principais variáveis são a profundidade, espessura e viscosidade. Explicamos as injeções mais comuns, da intradérmica à intraóssea.

Por Gabriela Portilho
Atualizado em 22 fev 2024, 11h35 - Publicado em 1 jul 2009, 16h22

A dor da picada depende de três fatores principais: o calibre da agulha, a profundidade em que a injeção é aplicada e a substância contida na seringa. “Substâncias mais viscosas, por exemplo, são mais difíceis de dispersar pelo tecido, e, portanto, podem doer mais”, diz Marta Heloísa Lopes, médica da Faculdade de Medicina da USP.

Em relação à profundidade e ao calibre, a regra é clara: quanto mais profunda e mais grossa a agulha, maior a dor. A temida Benzetacil combina todos os fatores: é um medicamento viscoso, aplicado dentro do músculo e com uma agulha de calibre relativamente grosso.

À flor da pele

Infográfico que mostra todas as camadas de uma pessoa: epiderme, derme, gordura, veias e artérias, músculos e ossos. A ilustração também exibe a profundidade alcançada por cada tipo de agulha.

1. Intradérmica

Exemplo de local de aplicação: antebraço
Exemplo de uso: testes de alergia ou vacina BCG
Agulha indicada: 10 mm de comprimento por 0,45 mm de calibre

É a mais fácil de aplicar, já que a agulha só precisa chegar às camadas superficiais da pele, a epiderme e a derme. Os medicamentos têm que ser colocados em quantidades mínimas em geral, 0,1 ml e são pouco absorvidos pela corrente sanguínea

2. Subcutânea

Exemplos de locais de aplicação: deltoides, coxa, abdômen e glúteos;
Exemplo de uso: insulina (medicamento para diabéticos);
Agulha indicada: 18 mm de comprimento por 0,4 mm de calibre.

É aplicada na camada de gordura entre o músculo e a pele. Nessa região, os medicamentos são absorvidos de modo lento e constante. A quantidade absorvida é menor, de 0,5 a 2 ml

Continua após a publicidade

3. Intravenosa

Exemplos de locais de aplicação: antebraço e dorso da mão;
Exemplos de uso: soro e antibióticos;
Agulha indicada: 25 mm de comprimento e 0,8 mm de calibre.

É aplicada na veia e tem efeito imediato. Já que vai direto para o sangue, pode ser usada uma grande quantidade de líquido. Os medicamentos principalmente antibióticos costumam ser diluídos em soro para não irritar o local.

4. Intramuscular

Exemplos de locais de aplicação: glúteos, deltoides e coxa;
Exemplo de uso: benzetacil, antibiótico para tratar infecções;
Agulha indicada: 40 mm de comprimento por 0,9 mm de calibre.

Profunda, a injeção atravessa toda a pele até chegar ao músculo. Por serem ricos em vasos sanguíneos, os músculos absorvem bem os líquidos injetados e suportam doses maiores, de até 5 ml.

5. Intra-articular

Exemplos de locais de aplicação: articulações como joelhos, cotovelos e punhos;
Exemplos de uso: anestesias, anti-inflamatórios;
Agulha indicada: 30 mm de comprimento por 0,7 mm de calibre.

Continua após a publicidade

Nas injeções deste tipo, as medicações são colocadas diretamente nas articulações. É bastante usada em operações que requerem anestesias locais.

6. Intraóssea

Exemplos de locais de aplicação: na medula óssea (tecido que preenche a cavidade interna de ossos como tíbia e fêmur);
Exemplos de uso: infusão de sangue e medicamentos como morfina e corticosteroides;
Agulha indicada: 36 mm de comprimento e 2,3 mm de calibre.

Em paradas cardiorrespiratórias e situações que dificultem a injeção na veia, aplica-se o remédio dentro do osso com agulhas mais grossas.

O tamanho da dor

Infográfico mostra comprimento e espessura de agulhas comuns.

Subcutânea (18 x 0,4 mm)
Intradérmica (10 x 0,45 mm)
Intravenosa (25 x 0,8 mm)
Intramuscular (40 x 0,9 mm)
Intra-articular (30 x 0,7 mm)
Intra-óssea (36 x 2,3 mm)

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.