Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Qual é a criatura viva mais antiga da Terra?

É uma árvore milenar, a Pinus aristata, um pinheiro nativo dos Estados Unidos. Os cientistas já conseguiram determinar que essa vovó do mundo vegetal pode viver por mais de 4 mil anos. O exemplar mais antigo, apelidado de “árvore Matusalém” – uma referência ao personagem bíblico que teria vivido 969 anos -, já soprou 4 […]

Por Redação Mundo Estranho Atualizado em 4 jul 2018, 20h12 - Publicado em 18 abr 2011, 18h53

É uma árvore milenar, a Pinus aristata, um pinheiro nativo dos Estados Unidos. Os cientistas já conseguiram determinar que essa vovó do mundo vegetal pode viver por mais de 4 mil anos. O exemplar mais antigo, apelidado de “árvore Matusalém” – uma referência ao personagem bíblico que teria vivido 969 anos -, já soprou 4 768 velinhas e segue firme e forte na Califórnia, em uma floresta a4 mil metros de altitude, com pouca chuva e clima frio. Por incrível que pareça, esse ambiente hostil é um importante ingrediente na receita de longevidade da Pinus aristata, porque os ventos gelados desencorajam a presença de insetos e previnem infestações de fungos e pragas. Outro segredo é que esse pinheiro usa praticamente toda a energia adquirida na fotossíntese para a sobrevivência, e não para o crescimento. Com essa estratégia, a árvore aumenta apenas 0,02 centímetro por ano, e mesmo os troncos mais velhos não ultrapassam 18 metros de altura.

A galeria dos campeões de longevidade inclui ainda o impressionante exemplo de uma colônia de bactérias do gênero Bacillus, encontradas vivas em um depósito de sal subterrâneo nos Estados Unidos. Os cientistas estimam que elas surgiram há 250 milhões de anos. Tais bactérias só não levam o troféu de criaturas vivas mais antigas porque ficaram esse tempo todo em estado de latência, uma espécie de dormência em que elas não se alimentam nem se reproduzem.

Publicidade