Clique e assine a partir de 8,90/mês

Que bichos são os personagens de Bob Esponja na natureza?

Lula Molusco é um polvo. E Sr. Siriguejo é caranguejo – não siri.

Por Yuri Vasconcelos e Bruno Vaiano - Atualizado em 28 nov 2018, 10h24 - Publicado em 18 abr 2011, 18h49

Stephen Hillenburg, o criador do desenho animado Bob Esponja, morreu na madrugada da última segunda-feira (27). Ele tinha Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), a mesma doença do astrofísico Stephen Hawking. Hillenburg era biólogo marinho de formação, o que explica porque sua criação se passa no fundo do mar – ele teve a ideia um tanto lisérgica justamente enquanto dava uma aula sobre o assunto.

O Bob Esponja que você conhece é bastante diferente do primeiro que foi desenhado por Hillenburg, que tinha formato redondo (nada de calça quadrada). Em 2011, o biólogo explicou em entrevista à revista Mundo Estranho o motivo do protagonista ser um espécime do ser vivo mais monótono que existe no oceano: “Queria que o protagonista da série fosse alguém inocente e escolhi a esponja-do-mar. Ela é ao mesmo tempo um animal engraçado e estranho”.

É claro que Hillenburg jamais quis reproduzir ao pé da letra, no desenho, todas as características dos animais que o inspiraram. Por isso, no cartoon, há lulas que não são lulas, e amizades entre presas e predadores. Uma “liberdade criativa” que incomoda alguns biólogos ranzinzas feito Lula Molusco.

Nonsense profundo

Seres que se dão bem na série animada são grandes rivais na vida submarina

Continua após a publicidade

Bob Esponja

Nickelodeon/Wikimedia Commons/Montagem sobre reprodução

Ao contrário do irrequieto Bob, a esponja-do-mar de verdade (um nome genérico, que se aplica a várias espécies) não se move: fica eternamente atrelada à superfície em que nasceu. Outro detalhe é que ela não se parece em nada com uma esponja de lavar louça. Na verdade, tem a aparência de um cilindro irregular. A maioria das espécies é hermafrodita e pode optar por se reproduzir de forma assexuada: basta arrancar um pedaço e esperar que ele cresça, como uma planta. Algumas exalam toxinas para se defender de seus predadores.

Patrick

Nickelodeon/Unsplash/Montagem sobre reprodução

Para a tristeza de Bob, no mar de verdade, a estrela-do-mar é um predador da esponja-do-mar. As estrelas de verdade não tão estúpidas quanto Patrick: conseguem regenerar um braço amputado, ou cortar fora um que esteja com problemas. Apesar da aparente simplicidade, o grupo taxonômico a que pertencem as estrelas-do-mar – o dos equinodermos – é o mais próximo dos cordados (isto é, nós) na árvore da vida. Em outras palavras, Patrick é muito mais parecido com você do que uma mosca ou um caramujo. 

Continua após a publicidade

Sr. Siriguejo

Nickelodeon/Unsplash/Montagem sobre reprodução

Constatando o óbvio: não existe mistura de siri com caranguejo; na natureza, é um ou outro. O patrão de Bob, apesar de ser dono da lanchonete Siri Cascudo, é um caranguejo (felizmente, diga-se de passagem: seria curioso vender hambúrgueres feito com carne de membros da sua espécie. Chama canibalismo). O último par de pernas dos siris é adaptado para a natação, o que não acontece com o personagem.

Lula Molusco

Nickelodeon/Wikimedia Commons/Montagem sobre reprodução

O resmungão companheiro de trabalho de Bob é um polvo, e não uma lula. Dá para perceber isso pelo formato do seu corpo: mais arredondado, e sem as nadadeiras que as lulas possuem. Mas mesmo para um polvo ele está errado: os polvos têm oito braços e não seis, como no desenho. No fundo do mar, o polvo inclui a esponja-do-mar no seu cardápio. Coincidência? Com certeza não.

Continua após a publicidade

Gary

Um caramujo, herbívoro pertencente ao filo dos moluscos, jamais viveria tranquilamente ao lado de um polvo, que é um de seus principais predadores. Corra Gary. O mais rápido que puder. O que não é tão rápido. Os caramujos submarinos (no Brasil conhecidos genericamente pelo nome de búzios) podem atingir meio metro de comprimento. Que tal uma lesma do tamanho de um bebê?

Publicidade