Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

Quem era o Mister M?

Artista mascarado foi um dos grandes astros do "Fantástico" no fim do século passado

Por André Bernardo Atualizado em 14 fev 2020, 17h31 - Publicado em 27 nov 2017, 11h57
Rede Globo/Reprodução

Mister M é o nome pelo qual o mágico americano Val Valentino ficou conhecido no Brasil. Em 1996, ele fazia shows em Las Vegas quando foi convidado pela Fox para apresentar Breaking the Magician’s Code, programa que revelava segredos dos mágicos. O show estreou em 1997, foi visto por 24 milhões de pessoas e acabou vendido para muitos países.

No Brasil, em 1999, virou um quadro do Fantástico, da TV Globo, e Valentino ganhou o nome Mister M. O quadro era polêmico e chegou a ser tirado do ar, pois acarretava prejuízo aos profissionais do ramo. Ele deixou saudade pelas locuções de Cid Moreira, que chamava o mágico de “príncipe negro dos sortilégios”, “senhor de todos os segredos”, “paladino mascarado das noites de domingo” etc. Em 2000, Mister M fez shows no Brasil. Depois, passou por SBT e Record. Hoje, aos 60 anos, mora nos EUA e diz sofrer de uma “doença terminal”. Veja alguns de seus truques.

 

Mulher-borracha
Número
 A assistente entra em um gabinete vazio. Lá, ela tem braços, pernas e cabeça esticados como se fossem de borracha
Truque Outras duas assistentes estão escondidas na parte de trás do gabinete. As mãos e os pés que o público vê do lado de fora são delas. Já a cabeça é a da própria “mulher-borracha”

Continua após a publicidade

 

Mulher serrada ao meio
Número
 O mágico tranca a ajudante numa caixa, imobiliza seus braços e pés e a corta ao meio
Truque A assistente não está totalmente imobilizada. Assim que o mágico fecha a caixa, ela solta os pés e encolhe as pernas sobre o corpo. Quanto aos pés que o público vê, eles são mecânicos, movidos por controle remoto

 

À prova de dor
Número
 O mágico espeta pregos na própria mão, sob um lenço, e não sente dor
Truque Quando ele cobre o dedo com o lenço, coloca uma cenoura no lugar. É ela que recebe as espetadas, não o dedo

FONTES Folha de S.Paulo, O Globo, Daily Mail

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Transforme sua curiosidade em conhecimento. Assine a Super e continue lendo

Impressa + Digital

Plano completo da Super! Acesso aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias e revista no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

Receba mensalmente a SUPER impressa mais acesso imediato às edições digitais no App SUPER, para celular e tablet.

a partir de R$ 19,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos no site e ter acesso a edição digital no app.

Acesso ilimitado ao Site da SUPER, com conteúdos exclusivos e atualizados diariamente.

App SUPER para celular e tablet, atualizado mensalmente.

a partir de R$ 12,90/mês