Clique e assine a partir de 8,90/mês

Quem inventou a Carteira de Trabalho?

Documento é herança do governo Vargas

Por Diego Meneghetti - Atualizado em 4 jul 2018, 20h24 - Publicado em 24 fev 2012, 21h20

carteira-trabalho-documento-emprego

A Carteira Profissional, que originou a atual Carteira de trabalho e Previdência social (CtPs), foi criada no governo Getúlio Vargas, em março de 1932. Trata-se de um documento que registra o histórico profissional e garante direitos como salário, férias, 13º salário, seguro-desemprego, aposentadoria, FGTS etc. É por isso que, há 80 anos, tanta gente busca ter a “carteira assinada”, trabalhando numa empresa que registre os funcionários e garanta os benefícios. Antes da CtPs, só havia a “carteira de trabalhador agrícola” e os empregadores mantinham registros dos empregados apenas para fins contábeis. Desde 2011, o documento é impresso em papel-moeda, com inscrições timbradas na capa e informações digitalizadas em código de barras. O objetivo é evitar fraudes no preenchimento e facilitar o acesso do trabalhador a números atualizados sobre tempo de serviço e benefícios, além de integrar esses dados numa base nacional.

LEIA TAMBÉM:
Por que 1º de Maio virou Dia do Trabalho?

Qual é o maior salário mínimo do mundo?

“Contando Ninguém Acredita”: rato gigante abusa de trabalhador no metrô

“Contando Ninguém Acredita”: Guarda é despedido por fazer merda no trabalho

Fonte: Ministério do Trabalho e Emprego

Continua após a publicidade
Publicidade