GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Dieta rica em carboidratos pode ser mais saudável do que apostar nas proteínas

Parece que o jogo virou.

Um estudo publicado na revista Cell Metabolism pode destronar as dietas à base de proteína. É que, segundo pesquisadores australianos da Universidade de Sydney, uma alimentação com muito carboidrato e pouca proteína pode estimular a produção de um hormônio relacionado à maior longevidade e controle de obesidade em humanos.

Em outras palavras, comer muito arroz, macarrão e pães pode aumentar a concentração da substância FGF21 no organismo – no estudo, isso aconteceu com ratos de laboratório. Mas o que isso quer dizer, de fato? Uma maior produção de FGF21 pelo fígado modera o apetite e regula o metabolismo, fortalecendo o sistema imunológico e aumentando nossa vida útil. Um outro possível benefício do FGF21 é o combate a diabetes.

LEIA:
A dieta da ciência
Por que algumas dietas funcionam com todo mundo – menos com você?

“Apesar da popularidade das dietas paleolíticas, com alto teor de proteína, nossa pesquisa sugere o oposto. Que pode ser melhor para nós, conforme a idade avança, adotar uma dieta rica em carboidratos para melhorar a saúde e a longevidade”, diz a principal autora da pesquisa, Dr. Samantha Solon-Biet.

O estudo analisou 25 tipos de dieta, com níveis variáveis de proteínas, carboidratos, gorduras e açúcares – todas elas testadas em ratos. O próximo passo é compreender como o FGF21 funciona e gera os efeitos benéficos apontados pela pesquisa.