Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Existem mulheres hemofílicas?

A possibilidade é pequena, mas existe. Para que uma mulher nasça com hemofilia é necessário que a mãe seja portadora de um cromossomo deficiente e o pai hemofílico.

Por Da Redação Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 18h30 - Publicado em 31 jan 1994, 22h00

Rogério Luiz Rangel Vargas, Vila Velha, ES

A possibilidade é pequena, mas existe. Os seres humanos possuem dois cromossomos sexuais: nas mulheres, eles são iguais e recebem o nome de X; nos homens, eles são diferentes, um é X e o outro Y. Na fecundação existe a união de um cromossomo X, que vem da mãe, com o Y ou X, que vem do pai. A hemofilia é uma alteração no cromossomo X da mãe, portanto é sempre a mulher que transmite a doença. “Para que uma mulher nasça com hemofilia é necessário que a mãe seja portadora de um cromossomo deficiente e o pai hemofílico, também com o X alterado”, explica a hematologista Joyce A. Bizzacchi, do Hemocentro da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), em São Paulo. Se, na hora da fecundação, o cromossomo X defeituoso da mãe se une com o cromossomo X do pai, também anômalo, nascerá uma menina hemofílica. A mulher com hemofilia deverá ter constante acompanhamento médico durante toda sua vida, principalmente na adolescência, quando seu ciclo menstrual terá de ser inibido: qualquer tipo de sangramento oferece risco de vida.

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.