Clique e assine a partir de 8,90/mês

Fabricante de cerveja vai começar a produzir álcool em gel

Substância será obtida no processo de produção da Brahma 0.0, uma cerveja sem álcool; veja como

Por Carolina Fioratti - Atualizado em 25 mar 2020, 14h27 - Publicado em 18 mar 2020, 17h07

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a cervejaria Ambev – dona de marcas como Brahma, Skol e Antarctica – anunciou que vai produzir e doar 500 mil unidades de álcool em gel para os hospitais públicos com maiores números de casos da doença. O interessante é a forma de obtenção do álcool: segundo a empresa, ele virá da produção das cervejas comuns e também da Brahma 0.0, não alcoólica. 

Normalmente, a cerveja sem álcool é produzida pelo processo de fermentação interrompida. Temperatura, pressão e tempo de contato dos lêvedos (organismos unicelulares) com o mosto (malte, água e lúpulo) são controlados para diminuir a produção de álcool. A Brahma 0.0, que dará origem ao álcool em gel, utiliza outro processo. Ela passa pela fermentação completa, como se fosse uma cerveja comum, e depois é filtrada em equipamentos de desalcoolização, que retiram totalmente o álcool da bebida. É esse álcool que será transformado em gel para as mãos. 

Serão cinco mil frascos de 237ml divididos em unidades de saúde do Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal. A produção ocorrerá na fábrica de Piraí (RJ), e a distribuição ficará por conta da Ambev. A empresa não foi a única a utilizar suas fábricas para colaborar neste período de pandemia. A LVMH, dona de marcas de luxo como a Louis Vuitton, separou três de suas indústrias de perfumes e cosméticos para produzir álcool em gel. Os produtos serão entregues às autoridades de saúde francesas, que devem distribui-los pelo país. 

Publicidade