Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Transplante fecal ajuda pacientes com câncer

Só 40% dos pacientes de melanoma respondem a imunoterapia. Cientistas defendem que a técnica possa melhorar isso.

Por SUPER Atualizado em 18 fev 2021, 16h59 - Publicado em 10 fev 2021, 19h58

O transplante fecal, que transfere bactérias “boas” das fezes de um paciente a outro, pode servir ao tratamento de tumores.

Um estudo da Universidade de Pittsburgh indicou que a técnica ajuda pessoas com melanoma, o tipo mais grave de câncer de pele, a responder a imunoterapia – tratamento em que as células imunes do corpo são ensinadas a atacar tumores.

Só 40% dos pacientes com esse câncer costumam reagir à imunoterapia. No estudo, de 15 transplantados que fizeram imunoterapia, seis tiveram redução nos tumores ou estabilização da doença em até um ano.

Publicidade