Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Michael Jackson: os momentos mais importantes da vida do Rei do Pop

Em 2018, o artista completaria 60 anos de vida. Conheça as fases mais marcantes – e polêmicas – da vida do cantor

Por Bárbara Soalheiro e Ivan Finotti 29 ago 2018, 16h52

29 de agosto de 1958: Nasce uma estrela

Nasce Michael Joseph Jackson em Gary, Indiana, Estados Unidos, sétimo dos nove filhos de Joseph Walter Jackson e de Katherine Scruse Jackson.

1963: The Jackson 5

Com 5 anos, Michael se apresenta pela primeira vez ao lado dos irmãos, deixando seu pai sem dúvida alguma sobre seu talento. Nasce a banda The Jackson 5, com Michael, Marlon, Jermaine, Tito e Jackie.

  • 1969: Sucesso da banda

    Os Jackson 5 se apresentam para Berry Gordon, dono da Motown, a mais importante gravadora de artistas negros dos Estados Unidos. A banda assina contrato e estoura. Dois anos depois, estreia o desenho animado dos Jackson 5.

    1978: Novos desafios

    Ao lado de Diana Ross, Michael Jackson atua como Espantalho no filme The Wiz, adaptação de O Mágico de Oz. Durante as filmagens, conhece o produtor Quincy Jones, com quem trabalharia, já sem os irmãos, em Off the Wall, Thriller e Bad.

    1979: Voo solo

    Ganha o Grammy de melhor artista masculino de rhythm and blues por Off the Wall, que vende cerca de 10 milhões de cópias. Dispensa o pai como agente e começa a tomar as rédeas da própria carreira.

    1982: Thriller

    Lançado em 1º de dezembro, Thriller é um sucesso imediato. Todos os singles chegam ao primeiro lugar nas paradas de sucesso. Michael grava videoclipes inovadores. O disco vende 50 milhões no mundo, um recorde.

  • 1985: Fama mundial

    Compra os direitos autorais de 251 músicas dos Beatles. Reúne 44 artistas importantes para gravar o single We Are the World, que teve renda revertida em fundos para crianças carentes na África.

    1993: O primeiro processo

    Recebe a notícia de que está sendo processado pelo pai de Jordie Chandler, um de seus “amigos especiais”, por molestar o menino sexualmente. O episódio é resolvido com um acordo financeiro.

    1997: Paternidade

    Seu primeiro filho, Michael Joseph Jackson Jr., nasce em 13 de fevereiro. Paris Michael Katherine Jackson chega em 3 de abril do ano seguinte. A mãe é Debbie Rowe, ex-enfermeira do dermatologista de Jackson.

    Continua após a publicidade

    1999: Casos de família

    Divorcia-se de Debbie Rowe. Pelo contrato nupcial, Michael tem direito à guarda dos filhos. Mais tarde Debbie dirá que seus filhos com Michael Jackson foram gerados com sêmen de doador desconhecido.

  • 6 de julho de 2002: Manifestação

    Sai em passeata pelas ruas, acusando Tommy Mottola, da gravadora Sony, de racismo. Michael acha pouco os 25 milhões de dólares investidos na divulgação do álbum Invincible.

    19 de novembro de 2002: Novo herdeiro

    Aparece sacudindo seu terceiro filho na sacada de um hotel em Berlim. Prince Michael Jackson II tem mãe e data de nascimento desconhecidas.

    Fevereiro de 2003: Documentário polêmico

    O documentário Living with Michael Jackson causa furor ao exibir Michael admitindo que dividia sua cama com crianças. Numa cena, aparece de mãos dadas com o garoto que, na época de sua morte, foi o pivô das acusações de abuso.

    18 de novembro de 2003: Prisão

    Policias revistam Neverland em busca de provas de assédio sexual. Dois dias depois, entra algemado na delegacia de Santa Bárbara, na Califórnia. Paga fiança de 3 milhões de dólares e é liberado.

    18 de dezembro de 2003: Investigação por pedofilia

    O astro é alvo de nove acusações no tribunal de Santa Bárbara: sete por atos lascivos com um garoto menor de 14 anos e duas por fornecer entorpecente (vinho) para facilitar a ação.

  • 2004: Julgamento

    Ao contrário do que aconteceu em 1993, desta vez houve um julgamento. As leis da Califórnia mudaram desde então e nenhum acordo pode anular o processo. Se condenado, Michael Jackson pode pegar até 20 anos de prisão.

    25 de junho de 2009: Morte

    Michael Jackson morre de overdose, após tomar uma quantidade excessiva de medicamentos.

    2010: Sucesso póstumo

    Em 13 de dezembro, foi lançado Michael, álbum que reúne dez canções inéditas do artista. O CD terminou o ano no primeiro lugar das paradas globais, com 3 milhões de cópias vendidas. Até hoje, a obra causa polêmica, já que uma fã acusa a gravadora de ter incluído canções falsas, não cantadas por Michael.

    2014: 12º álbum

    Em maio, o álbum Xscape, com oito canções inéditas, é divulgado e contribui para que o Rei do Pop mantenha seu posto de Rei do Pop.

    Continua após a publicidade
    Publicidade