Assine SUPER por R$2,00/semana
Continua após publicidade

8 dicas para usar melhor o ChatGPT

Quer aproveitar a inteligência artificial mas não sabe como? Veja algumas maneiras de utilizá-la no trabalho, estudos e tarefas pessoais.

Por Maria Clara Rossini
Atualizado em 12 abr 2023, 10h57 - Publicado em 11 abr 2023, 15h00

Você não para de ouvir notícias e opiniões sobre o ChatGPT: desde “ele vai roubar empregos” até que “vai adquirir consciência”. Nenhuma dessas hipóteses se mostrou verdadeira – e provavelmente nem vão. Mas o fato é que ele pode ser uma ferramenta útil no dia-a-dia se você souber como usá-lo.

Primeiro, é importante lembrar que o ChatGPT funciona com base em um modelo de linguagem treinado com textos da internet publicados até setembro de 2021. Ele não tem acesso a qualquer informação ou fato que tenha acontecido após esse período. Por isso, não adianta perguntar a ele sobre acontecimentos recentes.

Também tenha em mente que ele pode errar – e errar feio. O algoritmo funciona recortando e recombinando palavras (entenda melhor neste texto), e às vezes gera combinações equivocadas, que não tem nada a ver com o que ele “aprendeu” na internet. O problema é que ele fornece informações erradas com convicção, da mesma forma que faz com as corretas. É bom sempre verificá-las em fontes confiáveis.

Dito isso, o ChatGPT pode, sim ajudar em tarefas diárias – principalmente as que envolvem organização. Veja abaixo como usar e otimizar seu tempo com ele.

Como usar o ChatGPT

Vamos começar pelo básico. Se você nunca usou a ferramenta, basta criar uma conta no site da OpenAI, empresa responsável pela inteligência artificial. Você irá se deparar com um chat, tipo esses de bate-papo mesmo. Lá, é possível fazer perguntas ou pedidos à IA.

O comando que você digita no chat é chamado “prompt”. A IA irá interpretar aquelas palavras e responder de acordo com o contexto. O segredo para usar bem o ChatGPT é redigir bons prompts. Quanto mais específico você for, melhor será a resposta. Adicionar algumas palavras ou linhas a mais pode ser a diferença entre um resultado bom ou ruim.

Continua após a publicidade

A seguir, veja dicas de como melhorar seus prompts.

1. Peça seus resultados organizados em tabela

Gosta de ver informações tabuladas mas odeia usar o Excel? Peça para o ChatGPT. Ele costuma dar respostas em parágrafos longos, mas também pode organizá-los em tabelas se receber esse comando.

Alguns exemplos do que pedir: ideias de refeições com seus respectivos ingredientes; um resumo de biologia com as características de cada filo; os nomes dos dias da semana em diferentes línguas. Você ainda pode pedir para a IA fazer alterações na tabela depois que ela já estiver pronta.

2. Limite as respostas

Continua após a publicidade

Estabeleça uma quantidade de caracteres, linhas ou parágrafos para a resposta. Se quiser uma explicação mais aprofundada sobre física quântica, peça para o ChatGPT explicar o tema em 30 parágrafos. Se quiser saber o suficiente para dar pitaco em uma conversa de bar, peça um parágrafo só. A IA irá adaptar o conteúdo para o tamanho da resposta que você deseja ler.

3. Peça por traduções ou simplificações

Tudo bem, o Google Tradutor dá conta de passar um texto de uma língua para outra – mas ele às vezes comete alguns erros. O ChatGPT é um modelo de linguagem treinado em diversas línguas, e por isso pode fornecer traduções mais precisas. Basta colar o trecho do texto entre aspas e pedir a tradução.

Além disso, o ChatGPT também pode “traduzir” um texto numa mesma língua – transformando uma linguagem robusta, por exemplo, em uma mais acessível. Ele também pode mudar o estilo do texto de acordo com a sua necessidade.

4. Dê exemplos daquilo que você quer

Continua após a publicidade

Essa é uma dica ampla, para ser usada em vários contextos. Você pode fornecer uma série de parágrafos com seus respectivos gêneros textuais, e em seguida pedir para a IA classificar um novo parágrafo com base nos critérios anteriores.

Só avise ao chat antes de fornecer os exemplos, para que ele saiba que aqueles trechos não fazem parte da pergunta ou do comando.

5. Se livre dos textos burocráticos

O ChatGPT não se equipara a um humano na hora de escrever textos inéditos e criativos. No entanto, ele pode dar uma mãozinha com emails ou documentos burocráticos. Peça para o chat escrever um email de solicitação de férias, convocação de reunião e afins. 

Essas tarefas simples podem acabar tomando uma boa parte do seu dia. Delegue as funções automáticas à IA para dedicar mais tempo a tarefas difíceis.

Continua após a publicidade

6. Forneça material para ele trabalhar

Não sabe o que fazer para a janta? Peça uma sugestão ao ChatGPT. Ou melhor: dê uma lista de ingredientes que você tem na geladeira e peça uma receita com base naquilo.

Em vez de pedir “uma história de ninar para uma criança de quatro anos de idade”, forneça o cenário, personagens e uma lição de moral que deve ser extraída da história. Quanto mais detalhes, mais personalizada será a resposta.

7. Veja os dois lados de um debate

Se você pedir a opinião da IA sobre qualquer tema político ou filosófico, ela provavelmente começará a resposta com “Essa é uma questão complexa…”. A internet está cheia de opiniões distintas – e muitas vezes não existe uma certa ou errada. 

Continua após a publicidade

Em vez de pedir para o ChatGPT “ponderar” sobre alguma questão, peça para ele expor os dois (ou mais) lados de um debate, e chegue a suas próprias conclusões. Ele pode fornecer os argumentos mais usados por cada lado e os prós e contras de cada um deles.

8. Peça dicas de prompts

Ninguém melhor para dar dicas de como melhorar seus prompts do que o próprio ChatGPT. Pergunte o que você pode adicionar nos seus prompts para deixá-los mais específicos. Você também pode descrever seu trabalho ou ocupação e perguntar como a IA poderia facilitar sua vida. Independente de qual seja o pedido, o que vale é usar a criatividade.

Compartilhe essa matéria via:
Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

A ciência está mudando. O tempo todo.

Acompanhe por SUPER.

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 2,00/semana*

ou

Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de R$ 12,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$96, equivalente a R$2 por semana.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.