GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Brasileiro corre riscos ao usar Wi-Fi na rua, diz estudo

Você vive procurando redes Wi-Fi para não gastar o 4G? Pode estar colocando o seu smartphone em perigo

Os brasileiros usam Wi-Fi grátis sem se preocupar muito com a segurança no mundo virtual. De acordo com um estudo da empresa de segurança Symantec, 43% dos entrevistados usam redes públicas gratuitas para não acabar com seus pacotes de dados 4G. O levantamento mostra algumas informações interessantes:

– 72% estão dispostos a fazer trocas (como compartilhar dados pessoais, baixar apps ou mesmo ver propagandas)
– 31% acessam redes Wi-Fi sem a permissão de seus donos;
– Para 83%, a escolha de um hotel para uma viagem depende da disponibilidade de Wi-Fi no quarto;
– 28% usam redes públicas para acessar serviços de transmissão online

Segundo Nelson Barbosa, especialista em segurança da Symantec, 58% dos brasileiros consultados para o levantamento disseram que se sentem seguros ao usar Wi-Fi grátis. “Os usuários são autoconfiantes demais ao se conectarem a redes públicas. Muita gente prefere usar redes abertas para não gastar o pacote de dados. Não sabemos quem está por trás dessas redes”, afirmou Barbosa.

O executivo conta que o acesso ao conteúdo do YouTube é um dos principais motivadores da conexão para redes Wi-Fi. “A febre é seguir o que os youtubers fazem, a necessidade é acompanhar a vida alheia: ver a maquiagem nova, a piada nova, a música nova, etc. Fora isso, temos os apps de músicas e o as redes sociais”, disse Barbosa.

Segundo a empresa, o comportamento dos usuários também estimula a coleta e venda de dados pessoais por parte das empresas que oferecem Wi-Fi grátis. “Temos que segurar o impulso de usar uma rede social, segurar o impulso pelo clique. Devemos nos perguntar o que as pessoas querem oferecendo uma rede aberta”, declarou o especialista em segurança digital.

O uso de VPNs, como a Norton Wi-Fi VPN, para aumentar a proteção do tráfego de dados de internet no Wi-Fi também pode ser uma forma de evitar vazamentos de informações pessoais. Fora isso, é preciso ficar de olho em qual tipo de rede você está se conectando.

Conteúdo originalmente publicado em Exame.com