GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Casas podem caber na mochila com material de construção superdobrável

Inspirada por origami, estrutura aguenta peso de um elefante

Construções inteiras podem passar a caber na palma das mãos. Isso por conta de um material ultraversátil criado na Universidade de Harvard. A estrutura muda de tamanho, formato e rigidez. Assim, um quadradinho flexível como um tecido pode se transformar em uma parede sólida, sem perder a capacidade de continuar se adaptando.

O material foi inspirado pela técnica de origami modular: pequenas dobraduras iguais são encaixadas para formar estruturas maiores e mais complexas. Com a mesma técnica de dobradura, é possível criar tanto estruturas resistentes quanto flexíveis.

Observando a técnica oriental, os pesquisadores juntaram 64 pequenos cubos do material plástico e descobriram que certos pontos da estrutura podiam ser acionados como dobradiças, alterando seu formato.

Programando um cilindro de ar comprimido para tocar as dobradiças, foi possível fazer o cubo encolher ou crescer exatamente de acordo com o propósito dos cientistas. Dobrada em si mesma, a estrutura consegue aguentar o peso de um elefante sem quebrar.

Com toda a versatilidade da estrutura, os cientistas acreditam que, no futuro, ela pode ser usada para criar abrigos portáteis (expansíveis em casos de emergência), assim como fachadas de prédios móveis, que se adaptam a condições climáticas, de forma simples e com baixo custo.

Técnicas de origami também já inspiraram, por exemplo, o transporte de painéis solares para o espaço e até baterias flexíveis para eletrônicos. Mas, para os criadores do projeto, o grande diferencial do novo material é que ele pode ser readaptado para diferentes propósitos – o que eles chama de “múltiplos graus de liberdade”.

LEIA TAMBÉM:
– 12 exemplos incríveis da arquitetura animal
– Origami high-tech deixa PC mais rápido
– Espaçonave de papel​