GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Computo, logo existo

O menor robô do mundo chama-se Monsier e foi desenvolvido no Japão em 1992. Ele é sensível a impulsos visuais e pesa 1,5 grama.

Ele nasceu em 1993, no Laboratório de Inteligência Artificial do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos. Tem 1,72 m de altura, enxerga com a ajuda de quatro câmeras de vídeo e escuta por meio de dois microfones. Seu nome? Cog, uma abreviatura da palavra cognição. Ele é o mais sofisticado robô já produzido no mundo. Usando seu sistema visual, baseado nos olhos humanos, pode focar e apanhar um objeto em movimento e responder a estímulos como se fosse uma pessoa viva. Cog é obra de Rod Brooks, o mesmo que, nos anos 80, revolucionou o conceito de inteligência artifical. Para Brooks, um robô não deve ser comandado por um computador central, mas ter processadores espalhados por todo o “corpo” para poder interagir com o ambiente. Ele acredita ainda que a chave para a inteligência artificial é construir robôs que se desenvolvam como a mente humana, acumulando e processando aos poucos as informações. É isso que está fazendo com Cog. Dentro de pouco tempo, o robô, quase humanóide, terá a inteligência de um bebê de seis meses.

• O menor robô do mundo chama-se Monsier e foi desenvolvido no Japão em 1992. Ele é sensível a impulsos visuais e pesa 1,5 grama.

• O robô mais barato foi montado em 1996 no Laboratório de Los Alamos, Estados Unidos, por 1,75 dólar. Construído com a sucata de um aparelho de som da Sony, foi batizado de Walkman.