GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Estação Vostok, a morada do frio

Literalmente, um ambiente para poucos. No verão, suas instalações acolhem, em média, 25 pesquisadores.

Em 21 de julho de 1983, foi registrada a temperatura mais baixa de que se tem notícia na Terra: 89,2 graus Celsius negativos. O local foi a estação de pesquisa russa Vostok, na Antártida. Inaugurada em 1957, Vostok está situada a uma altitude superior a 3 400 metros, numa região elevada do leste antártico chamado Platô Polar. É considerada a mais isolada base científica do mundo. Literalmente, um ambiente para poucos. No verão, suas instalações acolhem, em média, 25 pesquisadores. No inverno, o número cai para 13 moradores, responsáveis pela manutenção da base. O abastecimento nesse ponto remoto do planeta é feito de três a quatro vezes por ano, por meio de aviões cargueiros que despejam toneladas de alimentos e equipamentos. Nas últimas décadas, a estação ganhou muita importância científica. Nos seus arredores foi descoberto, em 1970, um lago subterrâneno com 12 000 quilômetros quadrados, encoberto há 30 milhões de anos por uma capa de gelo de incríveis 5 000 metros de espessura. Entusiasmados com o achado, os pesquisadores agora se dedicam a estudar as formas de vida que ali se desenvolveram. Afinal, trata-se de um mundo à parte do nosso, que evoluiu milhões de anos sem ter qualquer contato com a superfície. Que tipo de vida nasceria a 89,2 graus Celsius negativos?

• O maior glaciar do mundo é o Lambert, descoberto em território antártico australiano em 1956. Tem 700 quilômetros de extensão.