Clique e assine a partir de 8,90/mês

Filme de 1896 tem a qualidade melhorada por ferramentas digitais

“Chegada de um trem à estação”, gravado pelos irmãos Lumière em 1896, ganhou uma versão em 4K gerada por técnicas de computador; veja o resultado

Por Carolina Fioratti - 5 fev 2020, 16h31

“Chegada de um trem à estação”, gravado pelos irmãos Lumière em 1896, é um marco na história do cinema. O filme tem poucos segundos, e uma única cena: um trem chegando à estação, com algumas pessoas a sua espera. Parte do público da primeira exibição, realizada na sala de cinema Eden – que fica em Paris e existe até hoje –, correu para as saídas, com medo, quando notou a aproximação do trem. Para a época, era um assombro. Mas, pelos padrões atuais, é uma gravação de baixa resolução.

Denis Shirayev, um produtor de conteúdo para o Youtube, teve a ideia de usar redes neurais (conjuntos de algoritmos digitais) para modificar a gravação e aumentar artificialmente sua resolução. Veja o vídeo original a seguir:

O resultado foi impressionante. Shirayev utilizou ferramentas de aperfeiçoamento da imagem, como o Gigapixel AI, da Topaz Lab, e o Dain, para converter a resolução para 4K e mudar a frequência para 60 frames por segundo. Olhando a obra dos irmãos franceses atualizada, nem parece que foi produzida em 1896, mas sim alguma novela de época sendo gravada na atualidade.  

O autor não adicionou cores à imagem, mas comentou em um fórum da internet que essa é uma ideia futura. Em seu canal, é possível ver outras tentativas de melhoria na qualidade de imagens históricas, como é o caso da missão Apollo 17, feita há seis meses. No entanto, assim como o próprio Shirayev escreveu na descrição, o resultado não foi tão satisfatório.

A conversão da qualidade da imagem para algo mais próximo do atual pode ser vista como um grande avanço tecnológico e um uso positivo de deepfake técnica de alteração das imagens que permite até mesmo a manipulação de rostos. Por outro lado, pode soar como algo banal por descaracterizar obras de uma geração. 

Continua após a publicidade

A intervenção de Shirayev modifica um objeto histórico. A alteração impressiona tecnicamente. Mas será que isso é realmente necessário? Não cabe a nós decidir, mas não devemos negar que, no futuro, técnicas como essa podem apagar características de tecnologias da época. Veja a seguir o vídeo remasterizado:

Publicidade