Clique e Assine a partir de R$ 12,90/mês

O ar-condicionado para motos

Motoboys e motociclistas não precisam mais sofrer com o calor no trânsito

Por Da Redação Atualizado em 31 out 2016, 18h53 - Publicado em 24 jun 2010, 01h00

Luciana S. Van Deursen Loew

Quem anda em duas rodas sofre – as roupas e equipamentos de proteção esquentam bastante. Mas já existe uma solução: o ar-condicionado para motos. O aparelho, que é instalado na garupa, resfria o ar e o envia para um colete especial, que o motociclista deve vestir por cima da camisa (veja abaixo). Ele foi inventado pela empresa israelense Entrosys – cujo fundador, o físico Glen Guttman, teve a ideia depois de ver um amigo motoqueiro sofrendo. “Ele tirou a jaqueta e estava suando muito”, conta. O preço do ar-condicionado, que será lançado no 2o semestre, deve ficar entre US$ 1 000 e US$ 1 500.

Com frescura
Equipamento fica na garupa e pesa 4 kg

Módulo de resfriamento
É alimentado pela bateria da moto e consome 150 watts de eletricidade. Por isso o fabricante recomenda sua instalação em modelos grandes, que tenham motor de pelo menos 650 cilindradas (uma moto básica tem 150 cilindradas). Para evitar furtos, é preso por uma fechadura.

Colete térmico
Por dentro, ele tem uma rede de cânulas de plástico que fazem o ar frio circular, refrescando o motociclista. Chama um pouco a atenção (se quiser, o motociclista pode vestir uma jaqueta por cima para disfarçar). Não é preciso tirá-lo ao descer da moto – basta desconectar a mangueira de transmissão.

Controle de temperatura
Uma conexão sem fio com o ar-condicionado permite que o usuário escolha a temperatura desejada: são 3 modos de resfriamento, 3 de aquecimento (para usar no inverno) e 3 apenas de ventilação – para dias em que não está nem muito frio nem muito quente.

Continua após a publicidade
Publicidade