Clique e assine a partir de 8,90/mês

O maior mapa já feito do Universo

Esta simulação por computador revela os longos filamentos que as galáxias criam no vácuo quando se reúnem umas com as outras. Mapas mais precisos do Cosmo vão ajudar a enxergar esse rendilhado

Por Da Redação - Atualizado em 31 out 2016, 18h35 - Publicado em 31 ago 2000, 22h00

Desde 1940 não se fazia um esforço para mapear o Universo na escala imaginada pelos cientistas do Consórcio de Pesquisa em Astrofísica, sediado no Estado do Novo México, nos Estados Unidos. Em dois ou três anos, o consórcio vai determinar a distância exata e o brilho de um milhão de galáxias. Para ter uma idéia, só existem dados precisos desse tipo, até hoje, para cerca de 100 galáxias, disse à Super um dos coordenadores da pesquisa, o astrônomo americano Alex Szalay, da Universidade Johns Hopkins. “Com equipamentos computadorizados, podemos superar esse número em um único dia.” Szalay conta que o verdadeiro desafio será analisar a imensa quantidade de informação coletada pelos telescópios – 40 trilhões de bytes. “Num micro comum, levaria dois anos para fazer só o download de tudo isso”, afirma o cientista.

Publicidade