GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

O que são os “artigos vitais” da Wikipédia?

São mais de 5 milhões de textos em inglês na enciclopédia. Alguns deles são tão essenciais que recebem uma classificação diferente – conheça essa lista.

A Wikipédia em inglês é lar de mais de cinco milhões de artigos. No Brasil, o número também é alto: são mais de um milhão de textos escritos em português.

A enciclopédia digital é, desde 2001, o destino número um não só para estudantes à procura de material de pesquisa (os seus trabalhos de ciências e história do colégio agradecem), mas também para curiosos em geral, que navegam por horas até encontrar, por exemplo, este artigo, sobre a orientação correta do papel higiênico. Ou este, que lista todos os títulos do norte-coreano Kim Jong-il.

Com tanta coisa disponível, é fácil se perder. Mas você já se perguntou quais os textos essenciais da Wikipédia? Aqueles que, em meio aos milhões existentes, são primordiais?

Veja também

Caso isso nunca tenha passado pela sua cabeça, tudo bem. Afinal, é nosso dever (tentar) responder perguntas que você ainda não pensou. Mas vamos ao que interessa: conheça os artigos vitais da Wikipédia.

Leitura obrigatória

Os artigos vitais nada mais são do que, na visão da própria Wikipédia, os textos mais importantes da plataforma, seja pela consistência do conteúdo, seja pela relevância do tema.

A Wiki separa os tais artigos em cinco níveis, e funciona da seguinte forma. Os milhares de colaboradores da enciclopédia podem sugerir que um verbete se torne vital. Quando um é escolhido pela comunidade, vai parar nos níveis 4 e 5, mais gerais. Lá, ele passará por uma avaliação (há um projeto voltado para isso dentro da Wikipédia) para saber se o texto atende aos critérios necessários.

Caso ele seja aprovado pelos usuários, o artigo vai parar no nível 3. Daí, ele se torna vital de fato. Atualmente, há 996 verbetes nessa classificação, divididos em diversas categorias, como História, Pessoas, Artes, Saúde, Filosofia e por aí vai.

Além disso, cada uma dessas categorias possui uma série de subdivisões: Líderes e Políticos, como George Washington e Mahatma Gandhi; Comidas e Bebidas (arroz e chá, por exemplo); Astronomia, de Universo a Supernova. E tem mais: Mídia, Biologia, Cidades, Transportes, Doenças…É praticamente uma enciclopédia dentro de outra – bom, talvez seja essa a ideia mesmo.

Ok, mas e os níveis 1 e 2? Eles estão dentro do nível 3, e existem para destacar aqueles artigos mais especiais dentre os vitais. É como se, mesmo depois de passar um pente-fino em toda a Wikipédia, você ainda separasse os verbetes de “alta-patente”. No nível 2, há 100 deles. No primeiro, apenas dez: Artes, Terra, História do Mundo, Humano, Linguagem, Vida, Matemática, Filosofia, Ciência e Tecnologia.

Os artigos vitais da Wikipédia possuem selos referentes a outras classificações da plataforma.

Os artigos vitais da Wikipédia possuem selos referentes a outras classificações da plataforma. (Wikipédia/Reprodução)

Haja organização

Todos os artigos vitais possuem um ou mais selos ao lado do seu nome – para quem gostava de Pokémon, parecem aquelas insígnias dos ginásios do desenho. Na verdade, eles são rótulos para uma série de outras formas de organização que a Wikipédia cria para os seus textos.

Os artigos podem ser classificados de diversas formas dentro da enciclopédia: em “Classes” (A, B ou C), “Bons Artigos” ou “Artigos em Destaque”. E se você já estava achando que mil verbetes vitais era muita coisa para ler, aqui a pilha aumenta de tamanho.

Os bons artigos (“Good Articles”, em inglês), são textos que atendem a padrões editoriais da Wikipédia, mas que ainda não atingiram a qualidade necessária para ganhar o rótulo de “Destaque”. Nas palavras oficias da plataforma:

“[Bons Artigos] são bem escritos, contêm informações precisas e verificáveis, são amplos em termos de cobertura, neutros no ponto de vista, estáveis ​​e ilustrados, quando possível, por imagens relevantes com licenças de direitos autorais adequadas.”

De acordo com a Wiki, há 29.836 artigos em inglês classificados como “Bons“, ou seja, um em cada 199 verbetes existentes no idioma recebem o selinho verde. Já os “Artigos em Destaque” possuem a insígnia de uma estrela dourada – são eles que aparecem (olha só) em destaque na página inicial da enciclopédia. São 5.607 textos do tipo, ou um em cada 1.060 (menos de 0,1%).

Multi-idioma

Legal, mas toda essa leva de artigos vitais, bons e em destaque está toda em inglês. Como fica a situação para as outras línguas?

A Wikimedia, fundação responsável pela Wikipédia, possui uma lista de artigos que ela considera indispensáveis para a Wiki de qualquer país. De músicos a diretores de cinema, e de unidades de medida a montanhas e desertos, são milhares de sugestões. E eles vão sendo implantadas aos poucos.

Vale dizer, ainda, que todas essas listas são construídas a partir de sugestões dos colaboradores da Wikipédia, que podem não só opinar sobre a inclusão de um artigo, como também a exclusão de um (seja pela qualidade ruim ou perda de relevância). O ditado “a união faz a força” é batido, mas, nesse caso, se encaixa perfeitamente.