GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Pequeno demais para ser um planeta

Uma equipe liderada pela astrofísica Jane Luu, do Centro de Astrofísica Harvard-Smithsonian, Estados Unidos, achou um enorme asteróide nos limites do Sistema Solar. Preste atenção: não se trata do mítico décimo planeta. É só um pedaço de rocha. Com quase 500 quilômetros de diâmetro, o chamado TL66 é o terceiro maior corpo já encontrado no Cinturão de Kuiper, que fica além de Plutão. Só que as pedras desse depósito celeste têm órbita circular, enquanto a do TL66 é muito ovalada. Ele gira em torno do Sol a distâncias que variam de 5,2 bilhões a 19,5 bilhões de quilômetros. “Por isso, não parece fazer parte daquela família de asteróides”, disse Jane Luu à SUPER. “De qualquer maneira, apesar de seu tamanho exagerado, ele é ainda pequeno demais para ser um planeta.”