GABRILA65162183544miv_Superinteressante Created with Sketch.

Street View pode prever risco de acidente de carro

Foi o que cientistas poloneses concluíram após analisar a fachada da casa de 20 mil pessoas, uma a uma.

Toda vez que alguém compra um seguro de carro, ou de saúde, a seguradora calcula um “índice de risco” – ou seja, a probabilidade de o cliente ter um problema e precisar usar o seguro para resolvê-lo.

Os cálculos desse risco não são lá muito precisos. Uma dupla de cientistas poloneses, porém, descobriu que as estimativas ficam melhores com um dado, disponível para qualquer um com acesso à internet, sem ter que pedir a permissão de ninguém: as imagens de fachada da casa dos segurados, disponíveis no Google Street View . Łukasz Kidziński, da Universidade Stanford, explica à SUPER como a pesquisa foi feita.

Por que o cálculo de vocês era melhor do que os tradicionais?

A maioria das empresas tenta usar o CEP para entender essa relação entre geografia e risco. Só que o CEP é uma medida ruim, já que, em uma mesma região, existe muita variação na forma como as pessoas vivem (e no risco de elas sofrerem acidentes). Já quando você analisa a foto da casa de alguém, você capta mais nuances.

O que vocês verificavam nessas imagens?

Criamos categorias básicas para cada moradia: o tipo de construção, a idade da casa, o estado de conservação… Quanto melhor a situação da casa, menor a chance de um segurado relatar ter sofrido um acidente. Esse fator, curiosamente, previa com mais certeza se o cliente tinha acionado o seguro nos últimos meses do que a idade, por exemplo.Tradicionalmente, motoristas mais novos são tidos como um risco maior. Mas a nossa pesquisa indica que outros fatores podem ser ainda mais importantes.

Mas o que isso significa?

Não acho que pessoas que moram em casas mais velhas e simples sofrem, necessariamente, mais acidentes de carro. Mas, se elas têm seguro, é possível que precisem acioná-lo mais do que as pessoas com mais dinheiro, que podem pagar por reparos menores sozinhas.