Clique e Assine SUPER por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Uber lança UberCOPTER, serviço de helicópteros em SP

Por Da Redação Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 31 out 2016, 18h59 - Publicado em 13 jun 2016, 18h45

O Uber acabou de inaugurar seu novo serviço, UberCOPTER, que une usuários a operadoras de táxi aéreo.

Inicialmente disponível apenas em São Paulo, o projeto piloto irá durar um mês. Durante esse período, a empresa irá testar o modelo, afinar a tecnologia e automatizar processos que ainda são feitos manualmente.

“Pedir um helicóptero será tão simples quanto apertar um botão”, afirmou Guilherme Telles, diretor geral do Uber no Brasil. “Queremos usar a plataforma de tecnologia para melhorar o trânsito e a vida nas cidades”, disse.

Os helicópteros transitarão entre cinco heliportos (Sheraton WTC, Blue Tree Faria Lima, Hangar ABC, Helicentro Morumbi e Hotel Transamérica) e quatro aeroportos (Guarulhos, Congonhas, Campo de Marte e Viracopos).

Continua após a publicidade

Será possível ir do hotel Blue Tree na Av. Faria Lima ao aeroporto de Guarulhos em apenas 12 minutos por R$ 271 por passageiro.

O trajeto entre o Hotel Transamérica ao Blue Tree sai por R$ 80 por passageiro e 25% desse valor fica com o Uber.

A empresa se conectou a três operadoras de táxi aéreo, que já são licenciadas e operam em conformidade com as normas da Anac: AirJet, Helimarte e UniAir.

Continua após a publicidade

A plataforma de tecnologia do UberCOPTER foi desenvolvida em parceria com a A³, startup de tecnologia do Grupo Airbus no Vale do Silício.

“Entramos no projeto porque buscamos modelos de negócio disruptivos”, afirmou Uma Subramanian, diretora de projetos especiais da A³.

Como funciona

O serviço estará disponível a partir das 14h de hoje, 13. A fase inicial de testes irá durar um mês. “É um projeto novo e muito complexo, vamos aprender muito durante este mês”, afirmou Telles.

Para pedir um helicóptero, basta selecionar a opção UberCOPTER dentro do aplicativo. O usuário será direcionado para a plataforma externa feita pela A³ e deverá informar o número de passageiros e o peso de cada um.

Também deverá avisar se irá levar bagagens de mão de até 5kg ou malas de até 25kg. Saber o peso é primordial para programar o voo de acordo com as normas da Anac.

Será possível pedir o serviço de qualquer lugar de Campinas e da Grande São Paulo. Um UberBlack irá fazer o trajeto da localização inicial do passageiro até o heliponto mais perto e do local de destino até o local final.

Continua após a publicidade

Enquanto o valor da passagem de helicóptero é fixo, o preço do trajeto de carro varia.

O usuário irá receber mensagens de texto informando os dados do veículo que irá buscá-lo, quem deve procurar no hotel e para qual hangar deverá se dirigir.

A logística e comunicação entre a controladora de táxi aéreo, os bombeiros de cada heliponto e a recepção dos hotéis ainda é parcialmente feita por um concierge Uber durante o período de testes.

Continua após a publicidade

A ideia é que, com o desenvolvimento da plataforma, os processos sejam mais automatizados. Ainda não há uma estimativa da empresa de quantas pessoas irão usar o serviço.

Cidade pioneira

O Uber já havia feito um teste neste ano em Utah, nos Estados Unidos, durante um festival. Mas São Paulo foi escolhida como a cidade pioneira para o serviço por ter a melhor infraestrutura para voos de helicópteros.

“É a cidade perfeita para o serviço, pois tem a maior proporção entre helicópteros, helipontos e cidadãos e tem um controle aéreo próprio para voos de helicóptero”, diz Subramanian. “Queremos ajudar os operadores a voarem ainda mais”.

Continua após a publicidade

Realmente São Paulo é a cidade com maior frota do mundo, com cerca de 420 helicópteros e 400 helipontos.

De acordo com a executiva do Uber, os veículos passam muito tempo ociosos em solo, voando apenas 400 horas por ano, sendo que o potencial de voo é de 2.000 horas por ano.

Voar mais significaria diluir os custos fixos do transporte e democratizaria o uso. “São Paulo tem todos os ingredientes para o projeto ter mais chances de decolar”, afirmou Telles.

Publicidade

Matéria exclusiva para assinantes. Faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

Domine o fato. Confie na fonte.

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

MELHOR
OFERTA

Digital Completo
Digital Completo

Acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 9,90/mês*

ou
Impressa + Digital
Impressa + Digital

Receba Super impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições digitais e acervo de todos os títulos Abril nos apps*

a partir de 14,90/mês

*Acesso ilimitado ao site e edições digitais de todos os títulos Abril, ao acervo completo de Veja e Quatro Rodas e todas as edições dos últimos 7 anos de Claudia, Superinteressante, VC S/A, Você RH e Veja Saúde, incluindo edições especiais e históricas no app.
*Pagamento único anual de R$118,80, equivalente a 9,90/mês.

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.