Facebook deixa você depressivo

Por Atualizado em 23/01/2013

Pura inveja. Você vai fuçar na vida alheia e descobre que seu ex-chefe, aquele mala, está de férias em Cancún. E o cara mais chato da faculdade conseguiu o emprego dos seus sonhos. Pior: postaram fotos, com a felicidade estampada na cara. E você ali, estagnado no trabalho, sem um centavo para viajar. O cotovelo coça. Todo mundo parece mais feliz do que você.  Pobrecito…

Não se preocupe. Isso parece acontecer com a maioria das pessoas que acessa o Facebook com frequência. Os sociólogos Hui-Tzu Grace Chou e Nicholas Edge, da Universidade Utah Valley, conversaram com 425 estudantes sobre a vida: se estavam felizes ou não com o rumo das coisas, e se os amigos pareciam felizes. Também disseram quanto concordavam com expressões como “a vida é justa” ou “muitos dos meus amigos têm uma vida melhor que a minha”. Aí então contaram quantos amigos cada um tinha no Facebook e quanto tempo passava online – a média foi de 5 horas por semana.

E concluíram: quanto mais horas uma pessoa passa no Facebook, maior a chance de achar que a vida dos outros anda melhor. Isso acontecia ainda mais quando as pessoas não conheciam muito bem os contatos do Facebook.

A explicação é fácil. Ninguém (ou quase ninguém) posta fotos tristes no Facebook. É só alegria – mesmo se a viagem for um fracasso e o trabalho uma furada. Só que daí, do outro lado da tela, tudo parece perfeito. Menos a sua vida, real e completa, com dias bons e ruins.

Eu, hein.

(Pesquisa aqui, oh)

Crédito da foto: flickr.com/reutc

Leia também:
Facebook te deixa gordo e pobre
Redes sociais viciam mais que sexo e cigarro
Excluir ex do Facebook ajuda a superar o término

  • Lila

    Uma pesquisa qualitativa. Na verdade, a pesquisa é somente para confirmar o que meio mundo já sabe. Além do mais, outros estudos já foram realizados sobre esse assunto, indicando o mesmo resultado. Só não vê quem não quer.

    E digo mais… ainda arrisco dizer que os percentuais que indicam a relação do facebook com a inveja não correspondem totalmente à realidade. Eles refletem apenas a opinião das pessoas que admitiram o sentimento, porque a maioria deve negar até a si próprio.

    Gente é gente em toda a parte do mundo. Os sentimentos são universais.

  • Dani

    Apenas minha opinião,não tive a intenção de ofender ou criticar alguém.

  • Dani

    Eu NUNCA me deprimi por causa do facebook,muito pelo contrário,ele me deixou feliz,pois é nele que tenho contato com meus parentes que convivi a tanto tempo e tive que me mudar,isso me deixa feliz. Falou meio que “errado” pois facebook apenas vicia pode deprimir quem fica direto,não sai e nem se diverte.

  • vitor claus

    Boa é a frase do poeta Alemão Goethe: No fundo nos sentimos infelizes quando as pessoas ao nosso redor estão felizes sem que em nada contribuírmos pra tal. Quero ver vc se sentir feliz com a felicidade de seus amigos quando você é o menos lembrado da turma.E quando é. hehe

  • Cássia

    É verdade isso! Não sinto inveja dos meus amigos, mas percebi que passei minhas ferias inteira triste pois toda hora que entrava no Facebook via meus amigos postando fotos de viagens, passeios com outros amigos ou na casa de outros amigos, e eu sozinha em casa, sem ninguém pois nenhum deles me convidava ):

  • Re Lacerda

    Concordo com Cesar Kopp,a felicidade dos meus amigos só me deixam mais feliz ainda!!!sem nenhum tipo de inveja…

  • Talita Arruda

    Sempre soube de tudo isso!!!
    Quem me conhece sabe disso…. Fale pra muita gente o que está na reportagem e pesquisado por grandes Universidades sérias.

    Mas agora com a palavra de autoridade de uma revista como a Super, talvez as pessoas incrédulas vejam que tenho razão.

    Adoro esta frase: “eu te disse.”

  • Jefferson Cavalcanti

    O fato do pessoal que passa mais tempo conectado ficar a maior parte do tempo na internet e deixar de fazer coisas legais para ficar conectado não impactou em nada….. Q coisa não!?
    Claro que fatalmente o fator “inveja” impacta, pois observam outras pessoas (apesar da visão parcial e subjetiva que é recebida), mas analisar e falar que as pessoas que ficam mais tempo conectadas são menos ativas….. Não me diga!? rsrs. Tem meu apoio para ir ao Ignobel.

    P.s: Como o Cesar falou, a amostra foi pequena e de perfis próximos…. Mas q foi engraçado foi.

  • Cesar Kopp

    Atraso mental é o comentário ridículo do Francisco Santos.
    Pesquisa foi feita com 425 estudantes de uma universidade americana.
    Isso aí você considera com amostra suficiente para determinar um resultado desses e generalizar para todos os usuários? Por favor né…

    Eu uso o Facebook e a alegria dos outros não afeta a minha. Fico feliz pelos meus amigos quando eles conseguem viajar. A vida de todos é feita de momentos de alegria e tristezas. Não creio que os usuários do Facebook acreditam que a vida dos outros é só felicidade.

  • Betânia

    Esse efeito é o mesmo efeito produzido pela míidia televisiva e nas revistas de celebridades.Tanto na TV e quanto nas revistas, os artistas estão sempre lindos e sorrindo, isso faz com que muitas pessoas creiam que eles são sempre felizes. Mas não raro há informaões de artistas usuários de entorpecentes, em escândalos envolvendo a polícia, em acidentes provocados porbebedeiras, e por aí vai. Creio eu que no “facebook” muita gente busca imitar os artistas; se eles podem expor felicidade, eu também posso. Vale lembrar que artistas são artisatas, são muito bem pagos para reprsentar.
    alguns segundos atrás · Curtir

  • http://www.xesko.webs.com Francisco Santos

    Pesquisa feita com base em atrasados mentais, que infelizmente são cada vez mais, pois quem não consegue distinguir a vida real da vida on-line é declaradamente atrasado mental. Não gostaram? Paciência a verdade doí.

  • Marcus

    Ok, concordo plenamente com a pesquisa, por isso evito constantemente o facebook, ainda mais pela reportagem entrarei menos, pois o que vale é aproveitar os momentos fora da internet, mesmo que seja para tomar um sorvete.