Facebook te deixa gordo e pobre

Por Atualizado em 31/10/2012

Bastam cinco minutos no Facebook (ou em qualquer outra rede social) para você ficar um pouquinho mais descontrolado. Aí fica difícil resistir às tentações, como comidas calóricas e compras desnecessárias. Ou seja, Facebook te faz engordar e se endividar.

A conclusão é de uma pesquisa da Universidade de Pitsburgo e da Universidade Columbia. Dois professores de marketing convidaram 541 pessoas para alguns testes – uma parte delas acessava o Facebook e outras não. E, na sequência, eles tinham de escolher entre comer um biscoito de chocolate ou uma barra de cereal. O pessoal do Facebook preferia os doces. E eles também se mostravam mais propensos a seguir impulsos consumistas e torrar o dinheiro com uma compra qualquer. Além disso, os fãs de redes sociais desistiam mais rápido na hora de encontrar respostas para problemas de matemática.

Isso só acontece porque quando você tem boas interações com seus amigos pelo Facebook, você fica mais feliz. “Quando as pessoas usam o Facebook elas ficam mais felizes com elas mesmas”, explica Andrew Stephen, co-autor do estudo. “E pessoas que se sentem bem tendem a se controlar menos. Eles se dão permissão para extrapolar em algumas coisas”, conclui.

Os pesquisadores também perguntaram aos participantes sobre o tempo que passam online. Os mais cheinhos sempre gastavam mais tempo, todos os dias, com o Facebook.

Ou seja, meus amigos, fechem aquela aba ali do Facebook e vão aproveitar o dia lá fora.

Crédito da foto: flickr.com/55158656@N06

Leia também:
Redes sociais viciam mais que sexo e cigarro
Excluir o ex do Facebook ajuda a superar o término
Facebook também serve como médico

  • osmir

    a relação entre usar facebook e comer comidas caloricas nao faz sentido algum…
    se a relação fosse: usar facebook e passar menos tempo na rua, etc etc.. faria mais sentido…
    aliás faria algum sentido…
    😉

  • Daniel Loureiro

    não me entendam mal, eu adoro pesquisas sobre comportamento. Mas, da mesma forma que sou viciado em ver filmes de terror e em teorias da conspiração, gosto muito pela diversão e não para usar na vida. Fora a matemática, todos os outros campos trabalham em sistemas caóticos, logo as conclusões são apenas chutes (biologia, climatologia, física, ciências naturais, etc). No campo do comportamento humano então, onde o sistema é extremamente caótico, toda relação entre causa e efeito acaba sendo mera especulação. Em geral os pesquisadores partem do que eles sentem sobre o mundo, e tentam “provar” isto com o uso de estatísticas e métodos científicos. Sabemos que qualquer teoria pode ser provada (“provada” no mesmo sentido desta pesquisa, não “provada” de fato), e que estatística é a arte de torturar os dados até que eles mostrem o que queremos ver. Pesquisas de comportamento explicam mais sobre os pesquisadores do que sobre os pesquisados. Mas, ainda assim, são incrivelmente interessantes. Por favor, não entendam como uma crítica para parar com publicações deste tipo, pelo contrário, é um elogio e um pedido para continuarem.

  • SIDNEY

    VOU AQUI POSTAR 2 MEMES E DAR UMA OLHADINHA NOS POSTS E DEPOIS VOU LÁ FORA JOGAR ÁGUA NAS FLORZINHAS DO JARDIM .

  • http://tutzstyle.com Arthur Araújo

    “Facebook te deixa gordo e pobre” e Assassin’s Creed gera assassinos… pq o inferno são sempre os outros ou as outras coisas.. haha

  • Nara

    Adoreii!!

  • http://www.facebook.com/home.php Anellyce

    muito besta…