Os 10 discos mais vendidos no Brasil até hoje

Por Atualizado em 22/07/2010

Só damos uma pista: nessa lista, a Xuxa brilha muito. Surpreenda-se e depois confesse: você tinha pelo menos um desses discos em casa, não tinha?

10º. Terra Samba ao vivo e a cores (Terra Samba, 1998) – 2.450.411

A banda de samba/pagode/axé se formou em 1991, mas foi em 1997/98 que estourou. Esse disco traz a versão ao vivo para a música “Liberar Geral”, que diz (umas 30 vezes): “Nada mal/ Curtir o Terra Samba não é nada mal/ Que legal/ É só entrar no clima e liberaaaar geral”.

9º. Mamonas Assassinas (1995) – 2.468.830

Foi o álbum de estreia e o único de estúdio da banda, que morreu em um acidente de avião em março do ano seguinte (1996). Em 1998 e 2006 foram lançados discos com versões ao vivo das músicas do primeiro.

8º. Xou da Xuxa (Xuxa, 1986) – 2.689.000

Foi o terceiro álbum de estúdio da Rainha dos Baixinhos, lançado junto com o programa de mesmo nome. Ela aparece na capa com uma blusa rosa transparente, o que causou certa polêmica na época. A clássica “Parabéns da Xuxa” (aquela do “Hoje vai ter uma feeesta…”), que sempre rolava em festas infantis, está lá.

7º. Um sonhador (Leandro e Leonardo, 1998) – 2.732.735

Lançado no ano em que Leandro morreu, o disco traz algumas das músicas mais famosas da dupla.

6º. Xegundo Xou da Xuxa (Xuxa, 1987) – 2.754.000

Depois de “bolo, guaraná e muito doce pra você”, Xuxa lançou o Xegundo Xou da Xuxa. Esse disco tem a música “Festa do Estica e Puxa” e “O Circo”, famosa nas festinhas com palhaços irritantes (quem não lembra de “Vem a foca com a bola no nariz, o elefante bancando o chafariz. Vem a macacada toda de uma vez”?).

5º. Xou da Xuxa 4 (Xuxa, 1989) – 2.920.000

Está ali “Tindolelê”, um clássico da infância cheio de onomatopeias misteriosas: “Eu quero ver/ Tindolelê/ Nheco nheco/ Xique xique/ Balancê”.

4º. Só Pra Contrariar (1997) – 2.984.384

Quarto álbum de estúdio do grupo de samba/pagode de Uberlândia. Tem a música “Mineirinho”, que quase todo mundo dançava nos churrascos da vida. Com o sucesso, eles foram convidados a gravar um álbum em espanhol, que vendeu 700 mil cópias nos países latinos.

3º. Leandro e Leonardo (1990) – 3.145.814

“Pensa em mim/ Chore por mim/ Liga pra mim/ Não, não liga pra eeeeele….”. E comemore com eles. O clássico “Pensa em mim” ajudou o quarto álbum de estúdio da dupla a ocupar a terceira posição entre os mais vendidos.

2º. Xou da Xuxa 3 (Xuxa, 1988) – 3.216.000

O disco da Xuxa mais bem posicionado no ranking do top 10 dos mais vendidos. “Ilariê” e “Brincar de Índio” ajudaram o Xou da Xuxa 3 a desbancar os outros três álbuns do TOP 10. O hit “Ilariê” ficou em 1º lugar por 12 semanas nas paradas brasileiras.

1º. Músicas para louvar o Senhor (Padre Marcelo Rossi, 1998) – 3.228.468

E o disco mais vendido…. é divino. Com esse álbum, o primeiro da carreira de Marcelo Rossi, o padre do movimento Renovação Carismática Católica passou a frequentar religiosamente os programas de auditório para cantar seus sucessos e mostrar coreografias. Ele já gravou outros 8 álbuns em estúdio desde então.

UPDATE: Os números se referem às vendas dos discos na época em que foram lançados e não incluem dados de relançamentos.

Fonte: Os 10 Mais, de Luiz André Alzer e Mariana Claudino. Editora Agir.

10º. Terra Samba ao vivo e a cores (Terra Samba, 1998) – 2.450.411

A banda de samba/pagode/axé se formou em 1991, mas foi em 1997/98 que estourou. Esse disco traz a versão ao vivo para a música “Liberar Geral”, que diz (umas 30 vezes): “Nada mal/ Curtir o Terra Samba não é nada mal/ Que legal/ É só entrar no clima e liberaaaar geral”.

9º. Mamonas Assassinas (1995) – 2.468.830

Foi o álbum de estréia e o único de estúdio da banda, que morreu em um acidente de avião em março do ano seguinte (1996). Em 1998 e 2006 foram lançados discos com versões ao vivo das músicas do primeiro.

8º. Xou da Xuxa (Xuxa, 1986) – 2.689.000

Foi o terceiro álbum de estúdio da Rainha dos Baixinhos, lançado junto com o programa de mesmo nome. Ela aparece na capa com uma blusa rosa transparente, o que causou certa polêmica na época. A clássica “Parabéns da Xuxa” (aquela do “Hoje vai ter uma festa…”), que sempre rolava em festas infantis, está lá.

7º. Um sonhador (Leandro e Leonardo, 1998) – 2.732.735

Lançado no ano em que Leandro morreu, o disco traz algumas das músicas mais famosas da dupla.

6º. Xegundo Xou da Xuxa (Xuxa, 1987) – 2.754.000

Depois de “bolo, guaraná e muito doce pra você”, Xuxa lançou o Xegundo Xou da Xuxa. Esse disco tem a música “Festa do Estica e Puxa” e “O Circo”, famosa nas festinhas com palhaços irritantes (quem não lembra de “Vem a foca com a bola no nariz, o elefante bancando o chafariz. Vem a macacada toda de uma vez”).

5º. Xou da Xuxa 4 (Xuxa, 1989) – 2.920.000

Está ali “Tindolelê”, um clássico da infância cheio de onomatopéias misteriosas: “Eu quero ver/ Tindolelê/ Nheco nheco/ Xique xique/ Balancê”.

4º. Só Pra Contrariar (1997) – 2.984.384

Quarto álbum de estúdio do grupo de samba/pagode de Uberlândia. Tem a música “Mineirinho”, que quase todo mundo dançava nos churrascos da vida. Com o sucesso, eles foram convidados a gravar um álbum em espanhol, que vendeu 700 mil cópias nos países latinos.

3º. Leandro e Leonardo (1990) – 3.145.814

“Pensa em mim/ Chore por mim/ Liga pra mim/ Não, não liga pra eeeeele….. E comemore com eles. O clássico “Pensa em mim” ajudou o quarto álbum de estúdio da dupla a ocupar a terceira posição entre os mais vendidos.

2º. Xou da Xuxa 3 (Xuxa, 1988) – 3.216.000

O disco da Xuxa mais bem posicionado no ranking do top 10 dos mais vendidos. “Ilariê” e “Brincar de Índio” ajudaram o Xou da Xuxa 3 a desbancar os outros três álbuns do TOP 10. O hit “Ilariê” ficou em 1º lugar por 12 semanas nas paradas brasileiras.

. Músicas para louvar o Senhor (Padre Marcelo Rossi, 1998) – 3.228.468 cópias

E o disco mais vendido…. é divino. Com esse álbum, o primeiro da carreira de Marcelo Rossi, o padre do movimento Renovação Carismática Católica passou a freqüentar religiosamente os programas de auditório para cantar seus sucessos e mostrar coreografias. Ele já gravou outros 8 álbuns em estúdio desde então.

  • BRENNAND

    150 MILHOES………. HAUAHAUH….. PIADA.

  • BRENNAND

    A XUXA ATÉ HOJE É FENOMENO… AFINAL, FOI CONSIDERADA EM 2013, NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2013 A PERSONALIDADE MAIS COMENTADA DA MÍDIA brasileira. E QUANTO MAIS FALAM DA XUXA, mais ela VENDE. QUEM FALA DE TONICO E TINOCO? QUEM? QUEM? NUNCA ELES FORAM CAPA DE NENHUMA REVISTA IMPORTANTE… NUNCA FIZERAM SUCESSO FORA DO BRASIL… QUEM CONHECE ESSES CARAS? VÃO MENTIR PRA OUTRO.

  • BRENNAND

    ONDE ESTÃO AS PROVAS DE QUE TONICO E TINOCO VENDERAM TANTO? A XUXA, SIM, VENDEU, SÓ NO BRASIL, 45 milhoes de albuns PELA SOM LIVRE, segundo o JORNAL FOLHA DE SÃO PAULO.

    A XUXA, PELA SOM LIVRE… PQ, PELA SONY, DESDE 2009, JÁ VENDEU OUTROS MILHOES.

    A XUXA, SIM. ESTÁ TEM PROVAS.

  • BRENNAND

    TONICO E TINOCO???? NUNCA QUE VENDERAM TANTO. AFINAL, MÚSICA DATADA, MUSICA VELHA, MUSICA DO GOSTO DE UM BRASIL QUE HÁ MUITO NÃO EXISTE MAIS NUNCA QUE VENDERIA TANTO. SÓ OS NÚMEROS DA XUXA SÃO CONFIAVEIS. AFINAL, A XUXA É A PERSONALIDADE MAIS VIGIADA DA MÍDIA LATINA AMERICANA. E, SENDO ASSIM, SÓ OS NÚMEROS DELA É QUE PODEM SER PROVADOS.

  • andre

    Tonico e Tinoco – 150 milhoes de discos vendidos !!!

  • andre

    O disco do RPM Rádio Pirata ao Vivo vendeu mais de 3 milhões